,

“A MELHOR PALAVRA PARA DEFINIR CIÊNCIA É CONHECER”.


Imprimir



Fonte: Revelação Holográfica – Comunicação entre as Consciências Espirituais do revelador que no passado interagiu com JESUS CRISTO e hoje interage com muitos Seres Vivos, neste momento com a Consciência que interage com o Biomédium Dilmar Dutra – Escritor Científico e Espiritual – Um facilitador a serviço da humanidade.

Iremos nesta matéria fazer uma abordagem de Transdisciplinaridade, ou seja, falar de uma forma, cujo, o objetivo, é dar a conhecer o FATOR FAGO (VIRUS), dentro um paradigma complexo, mais considerado hoje, o mais completo, baseado no Sistema de Totalidades Integradas, numa visão que explica minudenciando, como surgem as células defeituosas, nos sistemas vivos, e que acreditamos e pensamos ser o fator principal, pelas observações em evidências, num compêndio, entre muitos fatores do Meio Ambiente, ou Campo de Influência. Não se trata de ser uma causa única. Mas uma das causas principais.

Um fago, ou um vírus, que infecta, ou melhor, faz sexo biológico, com as células bacterianas, que resultam, em suas crias denominadas de “Bacteriófagos”, produzem enzimas que provocam a explosão das células envolvidas, liberando um sem números de replicações, mutantes, que é impossível de se estimar ou calcular. Quaisquer estimativas, será reducionista. (Para que tenhamos uma ideia próxima do que estamos abordando, vamos citar o exemplo: De um ovo, que nele pode existir 300 mil mitocôndrias. Agora imagine isso, a nível Planetário. Outro exemplo: Numa placa de Petri. Pode-se, gerar no caso de células procarióticas: 1 bilhão de células, todas de forma sexual ou assexuada, isso vale também, é claro, para células eucarióticas). Essas explosões provocadas pelas enzimas e lisinas, é que acabam produzindo um efeito nanônico, impactando pelo deslocamento as mutilações e defeitos nas células próximas ou vizinhas. Essas células mutiladas, não conseguem uma autoreparação, face haverem sido projetadas para em situação codificada de busca da perfeição e a mutilação, impede o chamado reparo, por não haver códigos de prótese que são da existência. Já os códigos a que me refiro, são da essência e possuem aspectos de torção biológica e plasticidade morfogenética, por serem oriundas de Holos de Totalidades Integradas e Simbióticas da Essência, sem peso, massa e corpo, que é uma condição da existência.

Os códigos holográficos, foram projetados para buscarem, transformações e adaptações na existência (na matéria), de sistemas vivos, que fazem sombras, sonhos, provocam miragens, mitomanias e mitologias, diante da presença da Luz, com possibilidades e probabilidades de versões e equívocos. Na essência por não haver matéria, peso, massa e corpo, nada disso pode ocorrer por isso, a verdade absoluta, liberta os Seres Vivos. “Daí Jesus Cristo! Parodiou: Conheça a verdade e a verdade vós libertará”. Libertar de que? Das sombras; dos sonhos; das miragens; das mitomanias e das Mitologias da matéria, com peso, massa e corpo diante da luz.

Segundo o Sistema Criador, mas conhecido pela sigla “DEUS”, que na horizontal pela proximidade da língua Portuguesa com a língua Naacal, que originou a SIGLA “DEUS”, possibilita, uma melhor tradução, devido as riquezas verbais e pronominais de ambas as línguas que diante da tradução demonstra uma melhor fidelidade linguística.

Exemplo na Horizontal:

“Divino Espirito Único Singular”.

Exemplo na Vertical:

D - Diversidade, etc.

E - Espécies, etc.

U - Unicelularidade, etc.

S - Simbiose, etc.

O etc. Se refere a tudo, que você possa nos dois idiomas, escrever com as iniciais da sigla “DEUS”. Esta condição é permitida pelo Sistema Criador, supra citado, que controla tudo por códigos e afasta quaisquer possibilidades de criacionismo, de evolução natural de modo aleatório. Face todos os códigos de evolução e interação são dirigidos pela “Mente Psique Consciência Espírito”, da subjetividade holográfica da essência, para a realidade do processo de progressão das espécies e dos códigos da Mente Psique, fragmentada em consciências espirituais, que interagem com todas as espécies locais, contidas no Campo de Influência Morfogenético do Meio ambiente apropriado, que estabelece pelos gases atmosféricos com a supremacia, hoje do oxigênio, a interação com as consciências via respiração, que vem da não localidade do Campo Espiritual, mas que contem dentro de si, todos os Sistemas Vivos corporificados.

JESUS CRISTO termina, fazendo uma Parodia que se encontra no Evangelho de Thomé: “Aquele que procura não cessa de procurar. E quando achar. Ficará perturbado e depois ficará maravilhado.”

Esta paródia acima citada, esta nos chamados evangelhos apócrifos, atribuídos a Thomé. Nossas colocações, são de revelações, em consórcio com pesquisas e estudos que envolvem todos os Seres Humanos, cujo perfil seja de Transdisciplinaridade, ou esteja dentro do paradigma do “Sistema de Totalidades Integradas”.

Acreditamos. Que nada mais pode ser constatado fora desse Sistema. E tudo que for isolado, ou esteja, dentro dos padrões de uma só disciplina será considerado por nós como Reducionista.

Um afetuoso abraço e beijos de Luz nos corações e cérebros simbióticos, iluminados pela Mente Psique Espirito, ou Campo de Influência, sob manifestação e cognição interativa, via respiração; saciação; alimentação e iluminação, da não localidade com a localidade corporificada que vive sob constituição celular molecular. Namastê Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.