A MELHOR PALAVRA PARA DEFINIR CIÊNCIA É CONHECER


Imprimir

Postado em 14 de abril de 2013.

Fonte: Revelação Holográfica – Comunicação entre as Consciências Espirituais do revelador que no passado interagiu com JESUS CRISTO e hoje interage com muitos Seres Vivos, neste momento com a Consciência que interage com o Biomédium Dilmar Dutra – Escritor Científico e Espiritual – Um facilitador a serviço da humanidade.

Iremos nesta matéria fazer uma abordagem de Transdisciplinaridade, ou seja, falar de uma forma, cujo, o objetivo, é dar a conhecer o FATOR FAGO (VIRUS), dentro de um paradigma complexo, mais considerado hoje, o mais completo, baseado no Sistema de Totalidades Integradas, numa visão que explica minudenciando, como surgem as células defeituosas, nos sistemas vivos, e que acreditamos e pensamos ser o fator principal, pelas observações em evidências, num compêndio, entre muitos fatores do Meio Ambiente, ou Campo de Influência. Não se trata de ser uma causa única. Mas uma das causas principais e onde tudo no TODO é permeado pela Lei do AMOR.

Um fago, ou um vírus, que infecta, ou melhor, faz sexo biológico, com as células bacterianas, que resultam em suas crias denominadas de “Bacteriófagos”, produzem enzimas que provocam a explosão das células envolvidas, liberando um sem números de replicações, mutantes, que é impossível de se estimar ou calcular. Quaisquer estimativas será uma previsão  reducionista Para que tenhamos uma ideia próxima do que estamos abordando, vamos citar o exemplo de um ovo. Que nele pode existir 300 mil mitocôndrias. Agora imagine isso, a nível Planetário! Outro exemplo: Numa placa de Petri. Pode-se, gerar no caso de células procarióticas por reproduções assexuadas que geram aproximadamente 01 bilhão de células, num espaço de 24 horas. Essas explosões provocadas pelas enzimas e lisinas, é que acabam produzindo um efeito nanônico, impactando pelo deslocamento as mutilações e defeitos nas células próximas ou vizinhas. Essas células mutiladas, não conseguem uma autoreparação, face haverem sido projetadas para em situação codificada de buscarem uma aproximação da perfeição e a mutilação impede o chamado reparo, por não haver códigos de próteses que são da existência. Já os códigos a que me refiro, são da essência e possuem aspectos de torção biológica e plasticidade morfogenética, por serem oriundas de Holos de Totalidades Integradas e Simbióticas da Essência, sem peso, massa e corpo, que é uma condição da existência.


Os códigos holográficos foram projetados para buscarem, transformações e adaptações na existência (na matéria), de sistemas vivos, que fazem sombras, manifestam-se em sonhos, provocam miragens, sob a intensidade de luz, da mesma forma que dogmas provocam mitomanias e mitologias que são próprias da existência física material com peso massa e corpo devido as possibilidades e probabilidades de versões e equívocos.

Na essência por não haver matéria, peso, massa e corpo, nada disso, pode ocorrer e por isso a verdade absoluta, liberta os Seres Vivos. Daí Jesus Cristo! Parodiou: “Conheça a verdade e a verdade vós libertará”. Libertar de que? Das sombras; dos sonhos; das miragens; dos dogmas, das mitomanias e das Mitologias da matéria, com peso, massa e corpo diante da luz.


Segundo o Sistema Criador, mas conhecido pela sigla “DEUS”, que na horizontal pela proximidade da língua Portuguesa com a língua Naacal, que originou a SIGLA “DEUS”, possibilita uma melhor tradução, devido às riquezas verbais e pronominais de ambas as línguas que diante da tradução demonstra uma melhor fidelidade linguística.

Exemplo na Horizontal:

Divino Espirito Único Singular”
.
Exemplo na Vertical:

D - Diversidade, etc.

E - Espécies, etc.

U - Unicelularidade, etc.

S - Simbiose, etc.

O etc. Se refere a tudo, que você possa nos dois idiomas, escrever com as iniciais da sigla “DEUS”.

Esta condição é permitida pelo Sistema Criador supracitado, que controla tudo por códigos e afasta quaisquer possibilidades de criacionismo, de evolução natural de modo aleatório. Face todos os códigos de evolução e interação são dirigidos pela “Mente Psique Consciência Espírito”, da subjetividade holográfica da essência, para a realidade do processo de progressão das espécies e dos códigos da Mente Psique, fragmentada em consciências espirituais, que interagem com todas as espécies locais, contidas no Campo de Influência Morfogenético do Meio ambiente apropriado, que estabelece pelos gases atmosféricos com a supremacia, hoje do oxigênio, a interação com as consciências via respiração, que vem da não localidade do Campo Espiritual, mas que contem dentro de si, todos os Sistemas Vivos corporificados.

JESUS CRISTO, enfatiza, fazendo uma Parodia que se encontra no Evangelho de Thomé:

 “Aquele que procura não cessa de procurar. E quando achar. Ficará perturbado e depois ficará maravilhado”


Esta paródia acima citada, esta nos chamados evangelhos apócrifos, atribuídos a Thomé.

Nossas colocações são de revelações, em consórcio com pesquisas e estudos que envolvem todos os Seres Humanos, cujo perfil seja de Transdisciplinaridade, ou esteja dentro do paradigma do “Sistema de Totalidades Integradas”.
 
Acreditamos. Que nada mais pode ser constatado fora desse Sistema.

E tudo que for isolado, ou esteja, dentro dos padrões de uma só disciplina, será considerado por nós como reducionista, principalmente, quando estiver fora do AMOR, como único “ELO” que liga e permeia tudo oriundo da Essência para a Existência da Criação Divina. 

Este “AMOR” é o componente de integração como complementabilidade, numa manifestação de Consciência Progressista e Coletiva, já inserida na célula primeva da “Matriz Divina”, definida como o “Espírito em Ação”, interagindo pela “Mente Psique Espírito”, fragmentada em partículas de Consciências misturadas aos Gases Atmosféricos via respiração, ou seja, com todos os sistemas vivos, a partir da Matriz Divina supracitada, denominada de célula procariótica desde a condição anaeróbica, ou seja, conosco, sob a condição aeróbica ou do consorcio existencial criados do condomínio consorciado em simbiose envolvendo células, moléculas, extremofílos, cianobactérias, cloroplastos e mitocôndrias, fungos vírus e fagos.

Enfim: “Micróbios” como componentes de todos os sistemas vivos existentes e conhecidos que se integram por uma “Gestão Microbiana” dando a direção para todos os processos de Gestão Humana que deveriam como eles se integrarem pela compreensão dos respeitos as diferenças, num exercício obrigatório entendendo que diferenças não são defeitos, mostrando-nos como a falta de tolerância e de paciência da Sociedade Humana não observa a sua própria constituição equilibrada e harmonizada pela nossa constituição microbiana, onde cada célula é livre para escolher seu próprio caminho na construção da “Unidade Atômica Corporificada” como todas as Espécies desse Orbe Microbiano (Planeta rotulado de Terra). Isso ocorre de maneira natural onde as células individualizadas como unidades unicelulares ou multicelulares são livres para escolher seu próprio caminho sem a interferência de outras células. Esse deveria ser o comportamento da Sociedade Humana pelo exemplo de sua constituição celular molecular (microbiana). No entanto o que vemos é o oposto disso, pela mascara e medo causadas pelas Doutrinas, Mitologias, Mitomanias e Dogmas Sociais, Religiosos, Científicos, Místicos, Exotéricos e Materialistas que não enxergam que as informações estão ao alcance de todos, sob forma de interação como complementabilidade para que todos possam, conhecer a verdade de sua própria constituição.

LEMBRANDO QUE JESUS NOS DEIXOU ESSA MENSAGEM:
“CONHEÇA A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ”.

              
E ao alcance de TODOS está o fragmento em partículas de CONSCIÊNCIAS ESPIRITUAIS, que muitos rotulam de ESPÍRITOS, para digerir estas INFORMAÇÕES misturadas no meio dos Gases Atmosféricos potencializados pela supremacia do OXIGÊNIO.
 
Esclarecendo e desmistificando: Esta Consciência Espiritual manifestada em fragmentos, ou partículas da MENTE PSIQUE ESPÍRITO, misturadas aos Gases Atmosféricos, potencializados pelo oxigênio interage via respiração para digerir as informações que nos fará percorrer o caminho da Paz, embalados pelo AMOR e afastar o MEDO, alimentado por obsessões, incorporações psíquicas etc. que possam influenciar o psicológico deturpando a interação com esse “lixo psíquico”, não permitindo pela tomada de decisão que outros interfiram no seu caminho colocando obstáculos na sua estrada, onde a liderança é sua. Seja Líder de si mesmo. Faça todas as modificações profundas e viva dentro da Gestão Integrativa, que sua própria constituição microbiana da como exemplo, que é pelo Sistema de Totalidades Integradas em perfeita sintonia com o novo paradigma de Transdisciplinaridade que é o Portal da complementabilidade, via expansão de Consciência Espiritual, em busca da verdadeira gestão que integra tudo no TODO MENTE PSIQUE ESPIRITO CONSCIÊNCIA.

Termino citando EMMANUEL

 

“A mente, em qualquer plano, emite e recebe, dá e escolhe, renovando-se constantemente para o alto destino que lhe compete atingir.”


“Emmanuel” - Psicografado por Chico Xavier.


Quem foi Emmanuel?

EMMANUEL SWEDENBORG (1688-1772) foi um cientista, místico, filósofo, teólogo, astrônomo, físico, zoólogo, anatomista e, finalmente um profundo estudioso da Bíblia.


Emmanuel Swedenborg - graduou-se na Universidade de Uppsala, Suécia, em 1709. Seus trabalhos e invenções são numerosos, assim como seus escritos.

Desde criança, Emmanuel Swedenborg, já manifestava sinais de possuir faculdades paranormais, especialmente de clarividência.

Estudou e publicou várias obras, tão diversas como: química, óptica, matemática, magnetismo, hidráulica, acústica, metalurgia, anatomia, hidrostática, fisiologia, pneumática, geologia, mineração, cristalografia, cosmologia, cosmogonia, dinâmica, astronomia, álgebra, mecânica geral e outras.

Um afetuoso abraço e beijos de Luz nos corações e cérebros simbióticos, iluminados pela Mente Psique Espirito, ou “Campo de Influência”, (sob manifestação, e cognição interativa), via respiração; saciação; alimentação e iluminação, da não localidade com a localidade corporificada, que vive sob constituição celular molecular.
 
Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.