“A Telepatia Medianeira tem a finalidade providencial dos bons costumes e ética moral.”


Imprimir



São José dos Campos, 22.05.2018.

Fonte: Jesus de Nazaré – O Gnóstico Cristianizado, que veio para Libertar e Perdoar.

Por Dilmar Dutra – Telepata e Biomédium – Autodidata em Cristologia, Espiritologia e Ciências Integrais, trabalhando dia e noite em seu próprio aprimoramento, buscando desenvolver suas faculdades sem sonegar informações que recebe na Seara do bem, se propõe a transmitir gratuitamente o que recebe na existência oriunda da Essência Divina.

Nosso propósito é fundamentado nas condições reais, em Espírito e Verdade, onde a espontaneidade torna fácil carregar as cargas de responsabilidade que a missão põe em cima de si mesmo, com prudência pensando e analisando tudo que diz para informar pela natureza da faculdade mediúnica.

A liberdade está inserida no Tesouro de Orientação Espiritual pelo fragmento sem peso, massa e corpo que todos os Seres Vivos disponibilizam em grau para cada Espécie da Cadeia Almática de Presas e Predadores rotuladas de CONSCIÊNCIAS OU ESPÍRITOS, que devem em manifestações limitadas pelas devidas energias correspondentes, a cada Espécie da Diversidade, sempre com cautela e prudência, onde o peso emocional para sobreviver. Passa pelas observações com aprendizado avaliando, as nuances mais delicadas para resguardar sua própria salvação, que só depende de sua avaliação arbitral.

Jesus de Nazaré – O Gnóstico Cristianizado, chamado por nós de JESUS REAL, na contramão do JESUS COMERCIAL, idolatrado pelas RELIGIÕES nos diz que: Nossos Corpos interagem com as CONSCIÊNCIAS produzindo pensamentos que podem nos proteger dos perigos que nos rondam pela falta de Fé em DEUS.

A Fé não tem o PODER DE CURAR mais nos ajuda a procurar a CURA, quando conscientes de nossos deveres que a vida nos dá para cumprir, nos podemos e devemos cumprir nossas missões de forma tranquila, sem pensar em ser infeliz, o mesmo pensamento da infelicidade, pode também pensar na felicidade é o privilegio intelectual do Líder de si mesmo, sem ambições e considerar a igualdade para estabelecer que as diferenças, devem ser respeitadas, porque são elas, que nos tornam iguais. Quando respeitamos essas diferenças, construímos uma ponte consciente na direção da verdadeira vida, plenificando-se como um SER DE LUZ na qualidade de CRIATURA DO CRIADOR, ou os verdadeiros SERES DAS FAMÍLIAS DE HUMANOS, sendo ou não consanguíneos, mais de amor e simpatia na comunhão de igualdade cujos pensamentos, são produzidos por nossos TESOUROS DE ORIENTAÇÕES, OU NOSSAS CONSCIÊNCIAS OU ESPÍRITOS, chamem como quiserem, pois ambas as rotulações são exatamente a mesma coisa.

Os Seres Humanos Conscientes ou Espirituais são exatamente aquilo que pensam. E Almáticamente são aquilo que comem.

Quando afirmamos AMAR a DEUS, implica totalmente em AMAR O PRÓXIMO, da mesma forma, sua convicção se auto-afirma, em seu auto-amor, capaz do entendimento solidário com o cuidado de respeitar as diferenças entendendo que somos Todos Um no AMOR inserido em Todos os Sistemas Vivos.

O JESUS REAL perdoa, não julga, não excluí, não separa, não verbaliza maledicências, confrontos e querelas e afirma que é pelos frutos que se conhece a árvore.

Todos nós podemos fazer o impossível, começando pelo necessário e pelo possível e a distancia encurta, pois a ponte para o impossível é justamente o necessário e o possível.

O JESUS REAL, afirma que a salvação é arbitral, da mesma forma que a LIBERTAÇÃO, está em seguir seu exemplo como o caminho, se desviando do vício, na suposição de que por ele se libertarás. A Liberdade passa pela VERDADE. E Só a VERDADE LIBERTA.

Beijos de Luz no seu caminhar, espero com isso, haver transmitido mais um texto de autoria de JESUS DE NAZARÉ O GNÓSTICO CRISTIANIZADO. Dilmar Dutra.