Antero de Quental

(Uma reflex„o para Nova Era)


Imprimir

 

Transcrito do Livro Parnaso de Além Túmulo por Dilmar Dutra – Biomédium.

Psicografado pelo Maior de todos os Médiuns Brasileiro, nosso Amado Chico Xavier "Dizeres pessoais:”

“Dormirei no teu seio inalterável, na comunhão da Paz Universal, morte LIBERTADORA E INVIOLÁVEL," 1a. Reflexão.

"À MORTE".
Ó morte, eu te adorei, como se foras o fim da sinuosa e negra estrada, 
Onde habitasse a eterna paz do nada
Ás agonias desconsoladoras.
Eras tu a visão idolatrada
Que sorria na dor das minhas horas, 
Visão de tristes faces cismadoras
Nos crepes do silêncio amortalhados.
Busquei-te, eu que trazia a Alma já morta,
Escorraçada no padecimento,
Batendo, batendo alucinada à a tua porta;
E escancaraste a porta escura e fria
Por onde penetrei no sofrimento,
Numa senda mais triste e mais sombria. - 2a. Reflexão.
 
Agora a coerência continua pelo Evangelho Cristão de Jerônimo que traduz uma afirmação e exclamação! De Jesus Cristo, em voz alta no Jardim das Oliveiras.

"Pai minhas Almas( células) estão numa tristeza mortal." 3a. reflexão. 

Facilitando:
Almas condição inviolável...

...trazia a alma já morta - clareza no verbo usado...

...Minhas Almas estão numa tristeza mortal. Condição absoluta colocada por JESUS.

Esta na hora de revisarmos e complementarmos esta horrorosa incongruência terminológica de IMORTALIDADE DE ALMAS - 4a e final reflexão. 

Um afetuoso abraço e beijos de luz nestas almas mortais da existência, iluminadas pelo Espírito Único e Santo de Essência e Poder absoluto holográfico e Eterno. A interpretação e decisão final, será sempre a sua e nos respeitaremos isso. Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.

 

Um beijo no coração de todos. Dilmar Dutra e Marlene Daltro