“FALTA EMBASAMENTO TEÓRICO NECESSÁRIO, NESTA NOVA ERA DE TRANSPARÊNCIA, AO OBSERVARMOS PRONUNCIAMENTOS HUMANOS ATRIBUÍDOS COMO SE FOSSEM ESPIRITUAIS, MAIS EM EQUÍVOCOS INFANTIS, SEM SUSTENTAÇÕES RACIONAIS E LOGICAS”.


Imprimir

Postado em 14 de fevereiro de 2013.

Por Dilmar Dutra – Biomédium Autodidata em Ciências e Espiritualidade em perfeita sintonia. Escritor Científico e Espiritual.

Fonte: Revelação Espiritual, Pesquisas e Estudos humanos que avaliam os conflitos e confrontos diante das características pessoais de ver e entender diferentemente que cada observador possui.

São muitos, os que se pronunciam hoje, falando de Espiritualidade, pessoas maravilhosas e pelas quais eu sinto muito respeito. Todavia penso faltar embasamento Teórico de Física, Psicologia, Química e Biologia, Paleontologia e Arqueologia etc.

Nestas condições e fora da “Transdisciplinaridade”, matéria multidisciplinar, que busca nos Sistemas de Totalidades Integradas, sair das condições isoladas e reducionistas, em grande parte, por serem dogmáticas, por serem mitomanias e mitologias humanas, engessadas e petrificadas no conservadorismo épico, sem evolução, transformação e adaptação. A Historiografia dos nascimentos, que passam pela vida, e chega até a morte, nos mostra, que sem essas condições elas vão para a extinção. 99.9% dos sistemas vivos que viveram neste Orbe, já estão extintos, e não temos notícias, pelo menos até agora, de que nenhum deles voltou.

          Circulam pela mídia matérias absurdas, baseadas, numa pseuda moralidade, rotulada de erótica, num desespero incrível de MEDO, de perderem o chão, pelo vento da verdade, que hoje nos chegam pelas “Ciências Integradas,” e que pensam que podem fazer ruir seus Castelos de Areias, cujo alicerce, é sonhos mirabolantes, que, por exemplo: Tentam deturpar a reprodução assexuada, ou a reprodução sexuada, como se fossem imorais e eróticas. Isto é uma grave inversão de valores, que podem inclusive levar psicologicamente o SER HUMANO que acreditar nisso a sentir vergonha do seu próprio nascimento, por esquecer, ou por realmente não saber, que a nossa reprodução humana, é sexuada.

Não existe nada sujo, na reprodução codificada pelo Criador, a deturpação vem das Mentes em conflitos, ou das pessoas vivenciando excessos e fanatismos, ou ainda, culposamente por verdadeira inocência, não poder compreender como ocorre a nossa multiplicação.

A evolução humana passa pelo AMOR.  Que JESUS VEIO MOSTRAR PELA ESSÊNCIA, E DAR A CONHECER A EXISTÊNCIA ALMÁTICA HUMANA, porque nas demais existências almáticas, o AMOR E O MEDO, são regras de sobrevivência da Cadeia Almática de Prezas e de Predadores.

Alguns chegam a criticar o descobrimento do século, como um absurdo de classificação do “Bóson”, como a partícula de “DEUS” que posta massa e peso em tudo que existe. E de dar certeza a Ciência da ESSÊNCIA DIVINA SER UM SISTEMA DE TOTALIDADES INTEGRADAS QUE DIRIGE INTELIGÊNTEMENTE TUDO, COMO VERÁ PELA PRÓPRIA SIGLA: “DEUS”. Que vem do dialeto NAACAL. Cuja origem fidedigna, veio para identificar a “FORÇA FILOSOFAL DA CRIAÇÃO DE UMA MENTE INTELIGENTE CONSCIÊNCIAL, QUE DAVA A CONHECER E DIGERIR, TODAS AS INFORMAÇÕES, CRIANDO DE TUDO A PARTIR DO NADA, DENTRO DE SI PRÓPRIO”, força que na horizontal pela riqueza verbal da língua Portuguesa, pode definir a sigla “DEUS”: Como (Divino Espírito Único Singular) e na vertical definir assim:

Diversidade, Direito, Deveres, Divindade, etc.

Espécie, Espirito, Energias, Essência, Esperma, etc.

Unicelularidade, Único, Universo, União, Universalismo etc.

Simbiótico, Singularidade, Sociedade, Saciedade etc.

           A falta de embasamento, esta justamente em não compreenderem o sistema de totalidades integradas, com entendimento que essa força denominada pela sigla “DEUS”, se revela do micro ao macro, com as relativas grandezas mostradas pela Luz, que sob uma medida astronômica, viaja numa velocidade de 300.000 km/h, como uma das fontes de informações da reprodução como Esperma Divino, manifestado da essência na existência almática impermanente, onde a luz, fecunda na Água (Alma ou molécula mãe da existência, inserida na célula do único reino de VIDA, chamado de CELULAR), que deram origens a todos as formas de vidas da criação, a partir de nascimentos, com a vida intermediando e se nutrindo até a morte, que também, é uma forma de perpetuar o alimento, num ciclo que termina na extinção, assim como, a vida também, termina na morte, de forma transitória, para estabelecer a impermanência necessária, para que o alimento “alma mortal” possa ser digerido.

Na verdade o que sobra é a essência que interage e é permanente e que são os registros Akáshicos da “Consciência Espiritual”, que vem sendo rotulada de “Espírito” a mais de 2.000 anos.

Quando substituíram as Escolas de Mistérios Espirituais, por Religiões Canônicas Humanas, para fazer dos Lideres humanos, os representantes de “DEUS” na TERRA.

Isto sob a luz da Microscopia em escala atômica, desde o observado procarioto, até os anfíbios alienígenas de sangue frio, que vieram das águas e não do espaço como alguns defendem, o que veio, e vem ainda, do espaço são as poeiras das estrelas e radiações necessárias a manter a vida na Terra.

Os anfíbios almáticos vieram das águas e invadiram a terra, que por sua vez na Evolução Divina da Essência, são frutos da simbiose, da ação, reação, combinação e recombinação, transformação e adaptação, chegou-se então aos humanos, cuja semelhança com o sistema “DEUS”, vem da hereditariedade da Matriz Divina Espiritual de célula procariótica unicelular, como código transcendente do RNA primário ao DNA (secundário), para criar não só a vida unicelular, mas também, a vida multicelular, pelo processo celular e molecular, de inorgânicos e orgânicos, como também, a não vida inorgânica, e a não vida orgânica só como fertilizante e adubo, que também, alimenta e nutre no plano da existência de almas, ou moléculas, estas que não podem ser vistas a olho nu, somente sob a ferramenta da microscopia, que identifica inclusiva substância química, que nos possibilita observar todas as moléculas a partir da água, como solvente da vida, e identificar a molécula “mTOR”, a “ATP” e outras... etc... diluídas na molécula mãe, chamada de água (Útero Quântico Divino da Existência impermanente, originada da Essência Taquiônica Holográfica Permanente).

           Sugiro aos conservadores reducionistas, que podem dolosamente, ou culposamente, pela boa fé e abnegação, crença de um passado em hipocrisia consagrado, como se verdade fosse, para lesarem a humanidade e viverem do chamado pão da vergonha. Que JESUS CRISTO se referiu, e foi interpretado a bel prazer, das lideranças que engessaram e deturparam questões naturalíssimas, como a simbiogênese, manifestada em códigos Divinos, de nascimento, vida, morte e extinção, quando da criação dos dogmas, mitomanias e miologias humanas, para criarem “espertamente”, as doutrinas, cujo objetivo. - Penso ser, exclusivamente econômico, visando catequiza-los e doutrina-los, transformando-os em contribuintes, como regras de manutenção de suas Instituições.

          Não faço uso das informações que recebo gratuitamente para negocia-las, ou vende-las. Eu as dou gratuitamente, da mesma forma que as recebo gratuitamente, por aprendizado e cognição, seja sensitiva, observacional ou mediúnica condição “espiritual de revelação” e que como facilitador, declaro não ter compromissos com erros, equívocos e exclusões, tenho como missão, procurar a VERDADE, esteja ELA, onde estiver e a faço por AMOR A MIM MESMO E AO PRÓXIMO> ATRAVÉS DO RESPEITO ÀS DIFERENÇAS, ESTENDENDO O AMOR MULTIPLICADO EM MIM E AO CRIADOR E A TODAS AS COISAS, POR ELE CRIADAS, SEMPRE INCLUINDO, COMPLEMENTANDO PELA CORRESPONDÊNCIA.

No paragrafo acima citado, usei a palavra SUGIRO e quero complementa-la agora: Existem no Brasil, vários canais de TV Educacionais, que podem dar embasamentos teóricos e científicos da VERDADE e da REALIDADE DA VIDA. Trazendo esses conhecimentos de forma gratuita. Hoje vou sugerir a “TV ESCOLA”, que coloca no ar 200 episódios da vida como ela é, sem dogmas, mitologias e mitomanias humanas. Vale a pena conhecer. E assim, saírem das noções infantis e dogmatizadas pelas doutrinas mirabolantes, de sombras, de miragens, de espelhos, causados pela existência material, que provoca esses efeitos. Termino com a parábola de JESUS CRISTO. “Conheça a verdade e a verdade vós libertará”.

Comentário de Maria Madalena de Bethânia: “Libertar da existência e assumir por sentimento o AMOR e a ESSÊNCIA, sem peso e massa da matéria, que provoca sombra manifestada na escuridão pela ausência da luz, miragens no excesso de luz, que foca só a matéria.” Matéria esta, que produz um espelho, quando a sua vontade lhes mostra o desrespeito as diferenças, o orgulho, a prepotência, a arrogância, a exclusão fora do AMOR que JESUS veio mostra-nos, oriundo do PAI, ao citar que (EU e o PAI), somos um no amor. Diferente do “DEUS PUNITIVO” das Religiões. Que o Senhor É. O Senhor dos Exércitos. Ou que a IRA de “DEUS”, vai te PUNIR.

 O Nosso “DEUS” que JESUS CRISTO, relatou como PAI DE TODAS AS CRIAÇÕES. É O “DEUS” DO AMOR. Que nos deu o LIVREARBITRIO, COM TOMADA DE DECISÃO E ESCOLHA NA EXISTÊCIA, PARA REGRESSAR EM CONSCIÊNCIA ESPIRITUAL A ESSÊCIA HOLOGRÁFICA PERMANENTE E ETERNA, DO “TODO DEUS” ou “EU MENTE PSIQUE CONSCIÊNCIA ESPÍRITO QUE VEIO DA SINGULARIDADE”.

          Um afetuoso abraço e beijos de luz nos corações e cérebros de almas impermanentes e transitórias simbióticas entre células e moléculas locais, iluminadas pelo “EU MENTE PSIQUE CONSCIÊCIA ESPÍRITO ETERNO E PERMANENTE”. Cuja não localidade está por TUDO NO “TODO” CRIADO DENTRO DE SI. Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.