“O CONJUNTO DAS OBRAS LITÉRIAS, ASSIM COMO, AS DEMAIS OBRAS, NÃO PODEM SER CONSIDERADAS PRONTAS, A SABER:”


Imprimir



 

SÃO LOURENÇO, MG – EM 10 DE JUNHO DE 2018.

A revelação em Espírito e Verdade, neste caso, envolve o dialogo de duas Consciências, que sob manifestação Telepática e Medianeira, narram os relatos de fatos, sempre atualizados que são considerados pelos seus diversos descobridores, estejam eles, descorporificados ou corporificados, onde as condições consideradas como: Verdadeiras, independente de seus descobridores, que em domínio publico, comunicaram publicamente seus descobrimentos, seja: Em livros, internet, rádios, tevê, revistas e jornais, estejam eles capacitados para por intuições ou não, transmitir e receptar, todas as informações criadas pelo ÚNICO CRIADOR, descobertas pelas suas CRIATURAS, que no uso telepático ou mediúnico, por suas diversas capacidades, para como: Receptores da Existência, estejam iluminados para tal, como informados, e são por esses instrumentos gênicos envolvendo células e moléculas, que nos chegam pelas receptações, oriundas das senciências celulares, onde o informante esteja, sem corpo, peso e massa, na Essência, faz da oportunidade, entre as duas Consciências: A sem corpo, peso e massa, por aquela que já esteve corporificada e atendeu pelo nome civil de MARIA MADALENA DE MAGDALA OU DE BETHÂNIA, vem mantendo um dialogo extra-sensorial com o Biomédium em questão pelo nome civil de Dilmar Dutra pela única forma possível de descobrir, redescobrir e adaptar-se para consagração da verdade em espírito que deve prevalecer na existência de Plenitude Cósmica. Autoria é do CRIADOR os descobrimentos são das CRIATURAS que para se tornarem consagradas devem premiar todos que das informações contidas venham delas se beneficiar.

Para estabelecer a Verdade em Espírito, usa as informações disponibilizadas pelo Domínio Público como LIBERTADORAS, para que todos possam através delas, em um determinado momento épico, despertar pelas condições verdadeiras. Isto por que não existem obras prontas, que possam ser atribuída há um só SER VIVENTE. A Consciência Coletiva pela via consumidora de informações, merece de nossa parte, onde as diferenças fazem-nos igualitários na UNIDADE pelas Consciências ou Espíritos, que são fragmentos do TODO MENTE PSIQUE ESPIRITO, O ANTEPASSADO DE TUDO QUE POSSUI VIDA, NOS OUTORGOU PARA CONOSCO INTERAGIR, UMA PARTÍCULA DE SI MESMO, PARA QUE EM AUTOPOIESE PUDÊSSEMOS, FAZER ESCOLHAS, TOMAR DECISÕES E COMO DESCOBRIDORES CO-CRIAR MEIOS PARA QUE TENHAMOS UMA VIDA MELHOR E PELA MORTE SEJA, ELA APOPTÓTICA OU NÃO, POR FATORES NATURAIS OU ARBITRAIS (Suicídios) possam deixar pela falência total das condições gênicas e corporais na terra, sejam cerebrais ou simbióticas, envolvendo sinapses ou radiações de energias e matéria, via moléculas e acelulares, e fazer as condições holográficas e subjetivas, que interagem da Essência com a Existência, na qualidade de Consciências, Pensamentos, AMOR COMO ELO, RNA e DNA como fragmentos do TODO, que voltam para o TODO, sempre na expectativa de interagir novamente, com um novo CORPO com NOVO FRAGMENTO da MENTE PSIQUE ESPÍRITO EM GRAU para darem continuidade como processadores de Informações e Memórias, ocupando os espaços na ORDEM para ordenar o CAOS. E assim permitir que a vida como um TODO seja fortalecida pelo ESTADO DE PLENITUDE CÓSMICA ocupando todos os espaços contidos no METAVERSO E SEUS MUILTIVERSOS QUÂNTICOS CRIADOS POR DEUS ÚNICO QUE É O ANTEPASSADO DE TUDO QUE POSSUI VIDA.

Para concluir Madalena revela: AS INFORMAÇÕES NÃO POSSUEM DONOS, ELAS JÁ EXISTIAM ANTES DA VIDA SURGIR, SÃO CONSEQUÊNCIAS DA MENTE PSIQUE ESPIRITO MAIOR, ROTULADO DE DEUS.

Transcrevi dando a maior fidelidade possível de acordo com minha capacidade de entendimento. Beijos de Luz Dilmar Dutra.