“O que precisamos fazer para acontecer o Ecumenismo entre os humanos”.


Imprimir

Postado em 22.09.2013.

Por Dilmar Dutra Biomédium e Escritor Científico e Espiritual.

Fonte: Diversas Consciências Espirituais desencelularizadas em comunicação cognitiva, com a consciência encelularizada e corporificada como animal humano, que atende pelo nome civil de Dilmar Dutra ou com o médium em questão.

.

Faz saber a todos que dessa mensagem tiverem conhecimento.

Iremos inicialmente fazer uma retrospectiva de como a Língua Portuguesa se tornou uma língua universal, possibilitando uma melhor e mais fiel língua, para receber as traduções com maior fidelidade, ao se miscigenar, recebendo inúmeras terminologias diferentes, não só de línguas Europeias com suas variações, mais também, de outras línguas, como veremos após as invasões na Península Ibérica, aliadas e potencializadas aqui no Brasil, aos idiomas africanos, asiáticos, orientais, potencializados pelas colonizações diversas, oriundas de todas as partes do Planeta. Isso a torna uma língua que nas traduções pode ser considerada universal e de fácil estudo nas compreensões, do que é verdade, do que são dogmas, mitomanias supersticiosas, mitologias e mirabolâncias humanas. O Diferencial está na riqueza verbal e pronominal. O único efeito colateral desta miscigenação são algumas palavras como exemplo: “saudades”, e outras terminologias com dois significados, que ainda, confundem outras línguas, como “manga” fruta e “manga de camisa” etc. Fora as gírias que se incorporaram ao idioma Português, aqui no Brasil.

Partindo desse princípio de linguagem universal, vamos abordar nesta mensagem as questões de FÉ e de CRENÇAS, das principais INSTITUIÇÕES CHAMADAS DE RELIGIÕES, considerando e incluindo suas derivações e os ateístas e materialistas. Por que de alguma forma eles contribuíram para a facilitação e formação humana.

 O Sistema de Totalidades Integradas é o único considerado mais completo para representar a criação da vida, pois considera o Sistema “DEUS”, “Matriz Divina” ou “Espírito” o “Maior de Todos os Cientistas”. Pois este Sistema do “TODO”. “Foi quem criou todas as Ciências” e as usa inserindo códigos holográficos e subjetivos da essência sem peso, massa e corpo na Existência com peso, massa e corpo.

A perfeição de suas criações, ainda, nós é muito complexa. Face o cérebro humano “uma caixa preta”, para os materialistas e ateus, que não conseguem sentir seus sentimentos subjetivos, como a dor, por exemplo, como concreta na corporificação. Piora muito ao não considerem sua própria constituição física da base celular e molecular, que construiu tudo que são hoje por exemplo como os “Animais Humanos”, ou seja, mais uma espécie da Diversidade Planetária, que recebeu via Cometas todos os códigos de vida universais pelo solvente universal biológico que trás em endossimbiose “ÁGUA” todas as moléculas de memorias para interagir com todos os sistemas VIVOS.

Os humanos destruíram as Escolas Iniciática de Mistérios Espirituais, e em seu lugar, implantaram as Escolas Religiosas e Canônicas Diversas, para que pudessem se transforma nos representantes de “DEUS” na TERRA, propondo fazer suas religações como se todos estivessem desligados do Sistema de Diversidade, Espécies, Unicelularidade e Simbiose: Lendo o sistema na VERTICAL, Ou “DEUS” na horizontal como “DIVINO ESPÍRITO ÚNICO SINGULAR”. 

As civilizações resistiram a uma unidade de suas escolas iniciática, apesar de “Zoroastro”, haver tentado pacificamente uma condição universalista a busca pelo Poder e Direção, inviabilizou tal tentativa.

Ptolomeu I, General de Alexandre o Grande, após sua morte, espertamente de autonomeou FARAÓ do Egito como Mundo Contemporâneo. Criando “ALEXANDRIA” TRANSFORMOU-A COMO A CAPITAL DE LIBERDADE DE FÉ – Se pagassem 10% ao FARAÓ. Assim em Alexandria. Quaisquer pessoas, de qualquer Nacionalidade, poderiam ali. Em Alexandria: Ensinar e praticar seus cultos conforme a sua FÉ  E para pagarem o tributo que os legalizavam na prática da Fé. Teriam de repassar isso, para os seus seguidores.

Constantino, anos mais tarde, após ROMA conquistar o Egito, se tornou Imperador, construiu Constantinopla e ergueu a Basílica de São Pedro, onde é hoje o Vaticano ao unir as Igrejas do Oriente e do Ocidente, retirou o “DEUS” Mitra do Altar e lá colocou JESUS CRISTO, após haver sonhado com uma cruz no céu. Após os concílios a partir de Nicéa, em 327 d/c e Conhecendo a história de Zoroastro. Roma entendeu que só a Guerra e a repressão, poderia fazer o Ecumenismo Cristão, criando o Tribunal do Santo Ofício, e obrigando os Religiosos Cristãos, a implantarem o crime contra a FÉ Católica Apostólica Romana. Martinho Lutero, foi um estopim, para um maior rigor. Nomearam-se então os Inquisidores.

E deu no que deu, e todos conhecem a história. Os Religiosos que ficaram à época, contra tais medidas, foram mortos em praça pública, para exemplo e amedrontar todos os cristãos e perseguir quem não era cristão. Não se podem culpar os Religiosos por isso. A culpa foi dos Poderosos no PODER que os obrigaram a isso. O que é preciso fazer, para o Ecumenismo ocorrer de forma Universal, envolvendo todas as civilizações e todas as Instituições de FÉ, sem exclusões, com respeito as diferença e INCLUSÕES, e as gerações futuras, sem o conservadorismo impeditivo, compreendo a neutralidade do AMOR, onde cada um individualmente, poderá fazer a reforma intima e pessoal, com a direção do Sistema Único de Totalidades Integradas, como fazem as células e moléculas de nossa própria constituição simbiótica é que realmente de forma intima e pessoal terão o espaço necessário para implantar em definitivo, o Sistema de Totalidades Integradas.

Sejam seguidores do Espiritualismo e suas derivações. Sejam do Cristianismo e suas derivações. Sejam do Budismo e suas derivações. Sejam do Judaísmo e suas derivações. Sejam do Islamismo e suas derivações. Sejam seguidores da Kabbalah e suas derivações. Sejam do Hinduísmo e suas derivações. Sejam do Taoismo e suas derivações. Sejam da Kwanza e suas derivações. Sejam do Zoroastrianismo e suas derivações. Sejam Ateus e suas derivações. Sejam Materialistas e suas derivações. Não se pode excluir nada e ninguém. Todos, somos um. Somos constituídos de células e moléculas, o ELO entre a VIDa/morte é o AMOR. Nossa Instituição de FÉ no futuro será o “AMOR CÓSMICO”.

Um afetuoso abraço e beijos de luz no seu caminhar.
Dilmar Dutra e Marlene Chaves.