“PROATIVIDADE”


Imprimir

Postado Carmo de Minas, MG em 23.05.2013.

Por Dilmar Dutra: Biomédium Autodidata em Ciências Integrais e Espiritualidade Ecumênica Holográfica e Universalista Escritor Espiritual e Científico. Um facilitador e complementador a serviço da humanidade.

Fonte: Consciência Espiritual que um dia no passado interagiu com JESUS CRISTO e hoje Interage com a Consciência cujo nome civil é DILMAR DUTRA e foi pela morte que passei a interagir com varias consciências, onde não há tempo e espaço, presente e futuro, antes e depois, e é de lá, que envio informações da condição integrada do micro e do macrocosmo.

 

 

Para que todos possam conhecer o que conheci e peço encarecidamente, aos Irmãos: “Psiquicamente Enfermos” que em suas colocações, em defesa dos seus interesses, ao usarem suas metralhadoras giratórias verbais, contra tudo e contra todos, que não as relacionem comigo. Quando realizei o ato de morrer, eu o fiz por nós (humanos), achando que podiam ser guardiões da Casa de nosso Pai. Por acreditar que no futuro ao conhecerem o AMOR como: “ELO” da VIDAMORTE.  Conviver, juntos pacificamente, neste sistema de Totalidades Integradas, onde todos Somos UM. "JESUS CRISTO".

Estaremos nesta matéria, abordando o Termo Proatividade, no entendimento espiritual, como “Gestão Integral”. Algo ou alguém que se antecipa a futuros problemas sem exclusões, por um conjunto de comportamentos de obrigações, para acompanhar todo crescimento espantoso do “Mundo Corporativo e Psíquico Mental “Espiritual”. Como pensar, agir antecipadamente ao prever e evitar problemas futuros, com necessidades de mudanças sem excluir, criticar ou reprovar ninguém (na verdade atrás do Mal é que Deus coloca o Bem).

Enfrentar com complementabilidade solidária em relações humanas (uma tecnologia de ativos com respeito às diferenças aonde todos nós, somos dependentes do oxigênio da Natureza da luz, da nossa constituição celular – molecular; do que o Planeta que cria, e produz, deve-se compreender que: “Todos São Um”). Oriundos da mesma “Matriz Divina Unicelular”, como a causa da vida, da morte e da extinção existencial, que nos proporciona pelo fragmento “Eterno da Mente Psique Espírito” em partículas de consciências, espirituais da Essência, ao exaltar com nobreza tudo que alguém possa fazer no sentido de unir os homens para o serviço do bem.

“Mesmo que seja preciso tolerar as pedras jogadas ou verbalizadas em palavras ofensivas e maledicentes em criticas e descasos, por ciúmes e invejas provocadas por paradigmas que ferem suas ideias reducionistas e exclusivistas, engessadas em interesses isolados e fora da carta da carta de Transdisciplinaridade, ou dos Sistemas de Totalidades Integradas, que não comportam confrontos, ao bater de frente, com interesses particularizados e isolados”.

Querermos lembrar. Que é do fogo que queima, que da terra, se faz o vaso, suportando o fogo lento.
Cada Consciência Espiritual produz aquilo que trás em si.

Ao falar! Meus irmãos! É de bom senso, medir o que pensas, para quem te escuta possa sentir e ouvir sua sanidade, seu caráter, seu respeito e sua solidariedade “Ecumênica, Universalista e Holística”, onde o respeito é devido a todos os sistemas vivos, ou seja, há mesma molécula criada pela Essência Divina do Sistema “DEUS”.
A noção de proatividade tem uma amplitude que enriquece os preceitos da justiça e nos ajudam a estudar as melhores maneiras de evitarmos por posições indébitas, que colocam nossos irmãos de vida, em armadilhas que produzem vitimas.

Prevenir ao prever é amenizar o porvir.

Termino, citando uma parte do que nosso querido Chico Xavier psicografou de Emmanuel, extraído do Livro “Seara dos Médiuns” - página 17 “Cartão de Visita”: 

“...A vela acesa arroja de si  fótons ou força luminosa.

O cérebro exterioriza princípios inteligentes ou energia mental.
Na primeira, temos a chama.

No segundo, identificamos a ideia.

Uma e outro possuem campos característicos de atuação, que é tanto mais vigorosa quanto mais se mostre perto do fulcro emissor...

...etc. e etc. Até a página 18.

E, compreende-se no pensamento a primeira estação de abordagem magnética, em nossas relações uns com os outros, seja qual for a mediunidade de alguém, é na vida íntima que palpita a condução de todo recurso psíquico.

Observa, pois, os próprios impulsos.

Desejando, sentes.

Pensando, realizas.

Realizando, atrais.

Atraindo refletes.

E refletindo, estendes a própria influência, acrescida dos fatores de indução do grupo com que afinas...

O pensamento é, portanto nosso cartão de visita. Etc...” 
  
Finalizo esta Mensagem dizendo a todos os irmãos, que entender a mudança e entender que ELA MUDANÇA, é intima e pessoal.
E muito evoluída ao compreenderem que as diferenças entre culturas humanas, fazem parte da Diversidade Planetária, que podemos aceitar com paciência e tolerância e isto fica fácil: 

Quando observamos cuidadosamente e nos comuniquemos sinceramente.

Beijos de luz nos cérebros e corações simbióticos locais, iluminados pela Mente Psique Espirito não local. Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.