“Você sabe o que significa Encelularização”?


Imprimir

                                            Postado em 16.09.2013.

Por Dilmar Dutra – Biomédium – Escritor Científico e Espiritual.
Fonte: Consciência Espiritual de “JESUS CRISTO”, interagindo com o Biomédium em questão.

 

.

Segundo a Consciência que um dia no passado, interagiu em manifestação por Encelularização (palavra usada e criada para mostrar que a vida é constituída de células e não de carne, carne é proteína, mais proteína não é carne, ou seja, tudo está contido no TODO e se manifesta em estados diferente, por exemplo: “Espírito e Matéria” – “Consciência e Corpo”).

A manifestação por interação na matéria sem vida é de materialização morfo.

A manifestação de interação na matéria com vida é de Encelularização, ou de materialização morfogenética.

Explicação: Todos os Seres Espirituais são também, seres materializados sejam Mórficos ou Morfogenéticos.
A diferença está na materialização, seja de forma morfo para os considerados sem vida.

Para os de materializações morfogenéticas, resulta em vida, que não significa carne, e sua derivação em encarnação espiritual é discriminatória e reducionista, com alto índice de exclusões, uma mitomania humana.

Somente, uma pequena parte dos Seres Espirituais, possui carne e a discriminação está justamente neste fator CARNE,  que provocou esta incongruência excludente, pelo EGO HUMANO, que rotula uma pequena parte da vida como condição espiritual de encarnação ou reencarnação.

Na verdade a interação é de encelularização por células e moléculas, e a terminologia correta. É de “encelularização”, que na verdade é uma “materialização” para VIDA.

E que será sempre sustentada pela MORTE, criada para perpetuar o AMOR em forma de ELO entre as palavras VIDAMORTE, em forma de nutrição, ou seja, entre a VidA/e/a/MORte, de todos os sistemas vivos, constituídos de células e moléculas, o AMOR CÓSMICO, se doa em “ELO” de alimento pela MORTE.

Construída por Código Inteligente na Singularidade, a partir da célula em simbiose molecular, tendo como matriz para a vida a célula procariótica, origem de todos os Seres Vivos, como Espécies da Diversidade Planetária, como presas e predadores, nascendo, vivendo, morrendo e se extinguindo na desativação dos códigos criados e dirigidos pelo Espirito Psiquê, ou a MENTE PSIQUÊ DO TODO, fragmentado pelo BIG BANG holográfico, que se fragmentou em partículas subatômicas de Consciências para ocupar o TODO e interagir com TUDO que esteja dentro e fora dos “Campos Diversos”, morfo, morfogenético, eletromagnético, holográfico, holístico, de Influência, etc.

Por estas razões quando a Espiritualidade em suas comunicações para NOVA ERA, vem mostrando a interação, a combinação, a recombinação e simbiose de todos os sistemas vivos dentro do Campo de Totalidades Integradas, mostrando os genes e sêmens com seus códigos correspondentes, e que ainda, não foram descobertos pelos humanos, que infelizmente são supersticiosos, cheios de mitologias e mitomanias dogmatizadas.

Exemplo de reducionismo discriminatório: Encarnação, Reencarnação, como se a VIDA FOSSE de CARNE.

A VIDA MATERIALIZADA PELOS ESPÍRITOS é de Células e moléculas.

Somente menos de ¼º dos sistemas vivos espiritais possuem carne. Mais todos os sistemas vivos espirituais com carne, sem carne, com cérebros, sem cérebros, com pulmões, sem pulmões, com coração, sem coração, ou todos os órgãos simbióticos são constituídos de células e moléculas.

Incorporação Espiritual, também precisa insubsistir (deixar de existir) dos idiomas pela sua incongruência.
Porque o Espírito é um CAMPO DE INFLUÊNCIA, que interage para nutrir a VIDA CORPORAL TRANSITÓRIA E IMPERMANENTE, por um ciclo via ebulição, fermentação, perspiração epidérmica, saciação (água) fixação de proteínas e (luz informação), assim como, a fotossíntese, a alimentação produzida, cultivada e criada e colhida no ambiente Planetário. Tudo isso nos sistemas anaeróbicos e aeróbicos, de interações diversas como a respiração e suas correspondências, pelos gases atmosféricos, ou nas almas (moléculas em mananciais chamadas de ÁGUAS ou moléculas Mães). Almas “Nphesh” VIDA.

Tudo para nutrir ou alimentar, interage espiritualmente, entrando e saindo, ou seja, o Espirito leva a informação e registra nas diversas memorias que permeia de tudo que tem vida. E de tudo que não tem vida. Ou seja, de tudo que está contido no TODO.

A relação Espirito/Matéria, ou, Mente Psiquê/Corpo. Existe de forma inviolável e impermanente na vida e na não vida.

O Campo Mental, ou (Espiritual), estrutura os corpos dos seres vivos materializados morfogenéticamente. O Espírito cria suas almas viventes. Esta é uma citação Bíblica.

A Condição Holográfica Taquiônica de planejamento é de criação codificada pela MENTE PSIQUÊ DO TODO, sem corpo peso e massa, e é ETERNA.

A Condição de recebimento e interação de Holoinformações  Quânticas, é de materialização, que recebe os códigos no corpo com peso e massa. E é TRANSITÓRIA E CICLAL, por nascimento vida, morte e extinção, e vem via fragmentos ou partículas subatômicas holográficas, (ou subjetivas), de Consciências com seus respectivos graus de subconsciências.

O que fica após a morte.?

Resposta: É. Justamente, essas memórias que guardam informações registradas pelas Consciências desde os átomos até as redes de arquivos, que vão das memorias atômicas, subatômicas, genéticas, mórficas, morfogenéticas, proteicas, cerebrais, culturais etc. Rotuladas pelos humanos equivocadamente como incorporação de Espíritos, desencarnações ou encarnações.

Enfim: Todo código de informações, encontra-se registrado em TUDO que se encontra contido no TODO, que você pode chamar de Criador, Divindade, Espírito Único de Poder Infinito, Jeová, Javé, Deus e outros, que são conhecidos pelo total de 72 nomes segundo Moises.

O Planejamento de Gestão Abstrata é elaborado pela Grande Mente Psiquê Espírito, que se fragmenta na Essência, para interagir nas corporificações pelas subpartículas subatômicas de Consciências que interagem na existência materializada, para registrar informações em memórias que foram supracitadas de forma inviolável.

Um átomo constituinte de uma folha de uma arvore ou planta que apodreceu e morreu no passado, pode fazer parte de uma célula espiritual do presente, seja cloroplasto ou mitocôndria. Não importa todos somos um.

A palavra MORTE é inviolável em seu código de nutrição, que significa alimento pronto para ser consumido e digerido, não se come nada vivo, para ser engolfado, mastigado ou digerido é preciso estar morto, isto é um código sagrado e inviolável, para que a morte sustente a vida e todos os sistemas vivos.

A elucubração chamada de imortalidade de almas ou de Espírito, assim como, Vida Eterna. É um Dogma Humano, que tenta violar o código da Matriz Divina, que criou a morte, justamente para manter a vida. Por isso, a materialização foi manifestada na vida de forma morfogenética, impermanente e transitória de transformação, adaptação, combinação, recombinação e simbiose, e se torna existencial pela encelularização consciente medida em grau evolutivo, pois a vida é manifestada pelo espirito da essência na existência, de forma inviolável desde sua base primordial que é a célula e não a carne.

Pergunta Final: Por que o Espírito não pode ser chamado de IMORTAL.

Resposta: Porque o Espirito, não nasce não vive, não morre e não vai para extinção. E morte significa alimento pronto para ser digerido. E Espírito não come Espírito, ou não se alimenta de Espírito.
Morte é um código Divino Inviolável, para sustentar a  vida e sua condição pela relação essência/existência impermanente, de materialização morfogenética.

O “ESPÍRITO MENTE PSIQUE” É ETERNO EM ESSÊNCIA, SEM PESO, MASSA E CORPO, POR METÁFORA ELE É SUBJETIVO NA ESSÊNCIA DE SUA ROTULAÇÃO COMO “ESPÍRITO SINGULAR”, MANISFESTADO NA EXISTÊNCIA, POR METÁFORA OU PARÓDIA, COM A SIGLA “DEUS” COMO “DIVINO ESPÍRITO ÚNICO SINGULAR”. HOLOGRAFICAMENTE OU SUBJETIVAMENTE, MAIS A SIGLA “DEUS” NA EXISTÊNCIA TEM SEU SIGNIFICADO CONSIDERADO CONCRETO, QUANDO PODEMOS LER: O “D” COMO DIVERSIDADE; O “E” COMO ESPÉCIES; O “U” COMO UNICELULARIDADE E O “S” COMO SIMBIOSE.

Na Verdade. Tudo no TODO significa que “Todos, Somos Um”. Seja: Espírito/matéria seja: célula/molécula seja: morfo/morfogenético seja: inorgânico/orgânico seja: Taquiônico/Quântico. Sejam: Pais e Filhos. Todos, Somos Iguais, constituídos de células e moléculas. Por isso é preciso respeitar as diferenças por que elas permeiam nossa própria constituição como seres mistos.

Um afetuoso abraço e beijos de luz no seu caminhar.
Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.