“A IMPORTÂNCIA DA SINESTESIA PARA TODOS OS SISTEMAS VIVOS NO MEIO AMBIENTE APROPRIADO”.


Imprimir

Postado em 12.05.2010.
Autor: Espírito Hipocrates.
Por: Dilmar Dutra – Médium Autodidata Científico.

      Segundo o Espírito “Hipocrates”, a “Sinestesia” é uma matéria disciplinar muito extensa e cientificamente complexa, aonde existe uma consagração incongruente, ou seja, um equívoco absurdo, como por exemplo: Afirmar que as percepções, são captadas do meio ambiente somente pelos computadores genômicos, chamados de “cérebros” e, o absurdo aumenta, quando se afirma que esta captação é uma atribuição só para “cérebros humanos”, ou seja, aquele que responde aos diversos estímulos da luz, das ondas sonoras e pressão, bem como, aos sinais elétricos atribuídos ao “córtex cerebral” (chamada de camada externa do cérebro) que processaria as sensações como: visão, paladar, audição, respiração, tato etc.

     As abordagens serão aqui bastante sintetizadas, ou seja, resumidas ao máximo para que todos possam ter uma noção do que significa “sinestesia” que é a capacidade de percepção em resposta aos diversos tipos de impulsos, como ondas sonoras, ruídos, ver, ouvir, degustar, cheirar etc. Até hoje, imagina-se que essas multiplicações de um órgão dos sentidos levam informações sobre um estimulo a uma parte do cérebro que normalmente processa e controla plenamente a unidade atômica e almática. Engano e equivoco incongruente, afirma o espírito “Hipócrates”.

      A chamada ressonância magnética funcional ativa todos os compêndios de memórias filogenéticas, inclusive o cérebro que através dos neuropeptídios estabelecerem uma inteiração total que passam pelas sensações conscientes e inconscientes, com processamentos ascendentes e descendentes, e remetem tudo para o espelho das consciências em grau para cada espécie da diversidade vital Planetária e manifesta-se então a dimensão e profundidade com distinção de cores, reconhecimento de objetos, áreas visuais com seqüências de visão, interagindo com sons, ouvindo pelos neurônios anatômicos da audição que ouve a luz, o olfato, detecta odores por química que estabelece uma estrutura de recepção em inteiração total com o paladar, onde os neurônios linguais se manifestam em conjunto do paladar ao olfato para associações do paladar e aversão ao gosto, em consorcio com os receptores táteis das glândulas cortes das memórias filogenéticas chamadas somatossentoriais que por sua vez, ativam o chamado sexto sentido que pode manifestar o chamado membro fantasma que passaremos a explicar agora.

      Observação: O chamado membro fantasma é manifestado pela mutilação, onde exista perda de parte do corpo materializado, mas o eu consciência vê o desainer o projeto mônoda, possível de ectoplasmação vital, ou ainda, com capacidade de regeneração, pois no meio ambiente é o regulador que pode regenerar o chamado membro fantasma. Exemplo: salamandra, lagartixa, tipo de peixe do México. Etc.

     Vejamos o que são os tipos de mônodas:

     As mônodas taquiônicas são projetos Divinos de energias colididas que se anularam se aniquilaram e tem velocidade e potencialidade 27 vezes maior que a luz. – “São centelhas Divinas ou Projeto de Amor das Criações”. Como projeto da matéria.

     As mônodas quânticas são estas energias taquiônicas condensadas (plasmas, almas, e almas-grupo) como 4º estado da matéria a caminho da materialização, já transformados em fluidos vitais

     Energia condensada, aerostática e aerodinâmica, cloreto de sódio, sacarose e oxigênio (hidrostática e hidrodinâmica) e substâncias simples, terra, ouro, fero cobre, etc. – Substancias, compostas, cloreto de sódio e cloro-elemento químico, número de atômico é o mesmo número de prótons (hidrogênio e oxigênio) íons, átomos ou moléculas que perdem e ganham elétrons, atraídos por anádos e cátodos – inteirações e ligações químicas. Ver as Leis da química, Leis da Física Nuclear, Leis da Conservação da Energia, Lei de Proust, Lei das proporções múltiplas, Lei de Hess, Lei de Beer-Lambert, Lei da Difusão de Fick, Lei de Raoult, Lei de Henry, Lei de Boxle, Lei de Charles, Lei de Gay-lussac, Lei de Avogadro, e todos os avanços Fisioquimiobiológico das Ciências Integrais.

Um forte abraço e beijos no coração.

Dilmar e Marlene