“Você sabe o que significa: A relação entre compensação holográfica e a descompensação materializada”?


Imprimir 


Postado em 11.12.2012.
Por Dilmar Dutra – Biomédium Autodidata em Ciências Integrais e Espiritualidade Ecumênica, Universalista e Holográfica e Holística. Escritor Científico e Espiritual.

Resposta: A compensação holográfica é espiritual e se manifesta por sonhos eternos em igualdade, tanto no Todo, como no Fragmento do TODO em Partículas Espirituais, denominadas de Consciências Espirituais, medidas por grau. Esta condição Holográfica é de Neutralidade, ou seja, O TODO se faz representar em equilíbrio e em harmonia e é gerada pelo AMOR, que está inserido também, na matriz procariótica, que deu origem a célula procariótica de Vida, e de onde todos os sistemas vivos, vieram pela simbiose celular almática (moléculas corporificadas na célula).

Já a descompensação só se manifesta na matéria seja, radiante ou condensante (energias em estados diferentes) como a matéria prima da Criação Divina, neste caso manifesta-se em sonhos transitórios, em desigualdades diversas, que podem ir do AMOR ao MEDO, ou um misto, entre ambos, sob influências, do verbo “EGO”, na contra mão dos Pronomespessoais e verbais, “EU” (tu, ele, nos vós eles), em face do coletivo, ser apenas, um fragmento do TODO, e nada mais que isso. A mirabolância do “EGÃO” humano, faz com que muitos autores egoístas classifiquem equivocadamente o sistema de totalidades integradas, hoje lecionado nas Universidades de Ponta do Planeta, com a terminologia de “mimetismo” por conclusões incompreendidas e que só se manifestam na matéria que produz, espelhos, sobras, mirabolâncias (de miragens) e sonhos do Medo, também, chamados de Pesadelos densos, onde a luz, ainda, não os envolveu completamente.

Os sentimentos Integrais, nos dão a noção de que “TODOS SOMOS UM” pelo AMOR e pela matriz procariótica da VIDA que é celular.

Os sonhos holográficos eternos de AMOR, são projetos Espirituais, que podemos postar massa e peso se o plasmarmos.

Os sonhos transitórios de MEDO, ou no misto MEDO e AMOR, são projetos humanos, que produzem espelhos, sombras, mirabolâncias e pesadelos, condições do “EGO”, que não enxerga no meio da VIDA E DA MORTE se juntarmos as duas palavras o ELO chamado AMOR, exemplo: vidAMORte, se afastarmos o “D” inicial da sigla “DEUS” e o “S” final de simbiose, teremos no meio o pronome pessoal “EU”, onde o “E” significa Espécies, e o “U” significa matriz “Unicelular”.

Fonte: Diversas Consciências Espirituais, extrafísica e não locais que interagem com todas as corporificações e sólidos Platônicos inorgânicos.

Um forte abraço e beijos de luz nos corações e cérebros simbióticos iluminados pela MENTE PSIQUÊ ESPÍRITO –

Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.