Augusto dos Anjos


Imprimir 


Augusto dos Anjos, foi Psicografado por Francisco de Paula Cândido Xavier no seu primeiro Livro com o Titulo Parnaso de Além Túmulo as paginas 140 da 18a, Edição da FEB com o Titulo "A SUBCONSCIÊNCIA" - Vou recomendar e reproduzir este pequena Mensagem mediúnica Psicografada pelo nosso querido Francisco Xavier.

"A SUBCONSCIÊNCIA"

Há, sim. a inconsciência prodigiosa
Que guarda pequenas ocorrências
De todas as vividas existências
Do Espírito que sofre, luta e goza/
Ela é a registradora misteriosa
Do subjetivismo das essências,
Consciências de todas as Consciências,
Fora de todas a sensação nervosa.
Câmara da memória in dependente,
Arquiva tudo rigorosamente
Sem massas cerebrais organizadas,
Que o neurônio oblitera por momentos,
Mas que é o conjunto dos conhecimentos
Das nossas vidas estratificadas.

Amigos isto foi publicado pela 1a vez em 06 de julho de 1932.- E ainda, dizem que nós estamos inventando histórias sobre a "MENTE PSIQUE ESPIRITO", pela sua não localidade, como essência que interage com a existência de memoria filogenética e cérebros simbióticos. Acho que é preciso estudar mais os Sistemas de Totalidades Integradas. Um afetuoso abraço e beijos de luz nos corações e cérebros simbióticos locais, iluminados pela Mente Psique Espírito não local.

Meu angulo de visão sobre as citações que estabeleceram uma opinião consagrada a respeito do Poeta, Professor e Advogado Augusto dos Anjos, fizeram-me pesquisar sua vida antes de fazer a citação que fiz nesta matéria e constatei ser ele vitima das criticas pejorativas que todos a sua época que escreviam reflexivamente sofriam, principalmente se fossem de origem Nordestina. E muito do que se publicou sobre ele, foi retirado de recortes de jornais maus redigidos e deturpados pela falta de conhecimento biológico que para sua época religiosa, era um sacrilégio imperdoável, homens como Francisco de Assis Barbosa, Álvaro Lins e Antônio Houaiss que podiam compreende as terminologias bioquímicas usadas por ele Augusto. É que resgataram a sua verdadeira grandeza de uma cultura dolosa na contra mão da dialectologia do Nordeste Brasileiro. Estes homens recomendaram a sua época, aproxima-lo da Igreja, e ao mesmo tempo estudar sistemicamente nos grandes centros urbanos do eixo Rio-São Paulo, onde se imaginava estar os grandes homens do saber do Brasil. E foi com base nesses estudos, somados a psicografia de Francisco Xavier, que fiz a postagem de uma de suas mensagens, assim como anteriormente fiz de outras. E como o meu AMOR pelos semelhantes sempre me faz ressaltar o que existiu de bom nos humanos, diante da ideia de que todos podem pela reforma intima pessoal se tornarem sempre melhores, mesmo que Pós morte em registros akáshicos das Consciências Espirituais Eternas.

Sinto-me realizado ao poder falar bem, de um semelhante, mesmo que em memória. Não vejo dolosidade nas consagrações, vejo apenas condições culposas, face ser o que tínhamos como registros humanos. Quero bem a todos e AMO seus comentários, são eles o meu norte, e a minha chance de mostrar um novo paradigma para reflexão, onde a decisão final será sempre a sua. Beijos de luz nos corações e cérebros simbióticos locais iluminados pela Mente Psique Espirito Não local.

Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos