“DECIFRANDO A AUTOESTIMA”


Imprimir 


Postada em 14.02.2012.

Por: Dilmar Dutra – Biomédium Autodidata em Ciências Integrais em Perfeita Sintonia com a Espiritualidade Universalista, Ecumênica e Holística- Escritor Científico e Espiritual.

Fonte da Informação: Mensagem Espiritual.


Segundo nossos Mentores Espirituais, a autoestima está individualmente vinculada ao Amor por si mesmo e ao comportamento adotado, sem, no entanto, ser uma noção generalizada de relação consciente, ou seja, o nosso subconsciente pode se manifestar numa espécie de narcisismo se apoiados em experiências acumuladas no passado, manifestadas no presente. Por isso entendemos que a Educação pode mudar o comportamento e a compreensão com doses disciplinares e educativas. Estabelecendo disciplina em primeiro lugar, disciplina em segundo lugar e disciplina em terceiro lugar. O Narcisismo para quem não sabe, pode afetar a imagem de si mesmo, numa relação Mente Extrafísica não local e Cérebro Físico local como parte do Corpo. Alem disso, pelo conceito criado por FREUD o Narcisismo surgiu da observação de um mito Grego de Pessoas vaidosas que se manifestavam em autocontemplação, ou autoadimiração.

Seu Antônimo significa odiar a sua imagem ou o seu comportamento, sentindo uma baixa estima acompanhada de vergonha.

O sinônimo para o Narcisismo significa vem da palavra derivada Narcótica por produzir Narcose Psíquica, que agiria no organismo de animais com cérebros e sem cérebros por estar diretamente também, ligada ao comportamento, a tomada de decisão e a escolha interagindo como substância que altera os sentidos como entorpecimento; torpor; incionência, ou manifestação do superego psíquico ao assumir uma imagem de si mesmo; do seu corpo; ou se identificar como um protetor positivo do Psiquismo, produzindo uma imagem de si mesmo unificada e perfeita.

Trata-se de uma subjetividade Patológica Natural da “Relação-Mente-Cérebro como parte do corpo” que pode ser um obstáculo na busca da Felicidade Mental. O Equilíbrio; A tolerância; A disciplina e o respeito às diferenças, trazem júbilo na Infância para manifestar-se no presente da autoestima para uma autoanalise e uma autocompreensão da vida de forma real, sem entregar-se as ilações do superego, ou as ilusões de superiodades humanas, estabelecidas por mitomanias ou por dogmas consagrados como se verdade fossem.

O Amor Cósmico e Crístico manifestam-se em igualitariedade Universalista; Ecumênica e Holística. Propiciando ver no outro a Beleza Interior do seu caráter, da sua imagem ou do seu comportamento e procedimento, ao respeitar as diferenças sem preconceitos, inveja, superioridade, violências e rejeições aos semelhantes e diferentes.
Sem esses atributos a autoestima não estará corretamente manifestada nos Seres Vivos da Família Animália. E como nós humanos, pertencemos a esta Família Animália. Deveríamos fazer a nossa parte. Educando nossos filhos com disciplina, muita disciplina e disciplina acima de tudo, ensinando-os a Amar e respeitar todas as formas de vida na busca de um mundo melhor.

Enviamos a todos, um forte abraço e beijos nos corações iluminados.
São Lourenço MG Em 14.02.2012.

Dilmar Dutra e Marlene Daltro, parceiros nos estudos livres e sócios no site www.dilmardutra.com.br – Visitem o site de nossas parcerias exemplo www.joseeduardomattos.com.br