“ESPÍRITOS ETERNOS E ALMAS TRANSITÓRIAS” SOB O OLHAR DA CORRESPONDÊNCIA E DA COMPLEMENTABIDADE"


Imprimir 

POSTADO EM 07.10.2012.

AUTORIA: REVELAÇÃO ESPIRITUAL DE DIVERSOS ESPÍRITOS.

Por: Dilmar Dutra – Biomédium, autodidata em Ciências Integrais e Espiritualidade Ecumênica Universalista e Holística, Escritor Espiritual e Científico, um facilitador a serviço da compreensão.

(“Facilitando a compreensão”. Já a decisão e a aceitação. É pessoal, ou seja, sua. De modo irrevogável e intransferível).

Apenas trazemos mais uma revelação que surge como um paradigma para comparação.

Hoje vamos abordar as Leis Divinas da Correspondência e da Complementabilidade, a partir da menor unidade de vida, que é a célula microbiana procariótica. Uma unidade chamada de unicelularidade (que vem do Uno “um”). Que estabelece a correspondência com a (dualidade), vista pela Espiritualidade com um contraditório de opostos de uma mesma unidade, para que possamos entender a neutralidade da Energia Taquiônica no meio desse contraditório de oposto, que conhecemos pela terminologia “AMOR - SENTIMENTO NEUTRO. Essa dualidade foi e é muito criticada por humanos que desconhecerem os processos morfogenéticos de plasticidades e torções biológicas, diante do princípio de “divisão binária, fator primário, na evolução dirigida pelas consciência espirituais das células”, numa velocidade e quantidade inimaginável, que propiciava e propicia o modo contínuo perpetuado de “dualidade bioquímica”, contribuído para a diversidade ocupacional do meio ambiente e vai apropriando-o, para a vida, evoluindo, transformando e adaptando-o, primariamente pelo o sexo biológico de doação de gene, no Útero Quântico Planetário, aonde a fagocitose propiciava e propicia digerir num canibalismo frenético e Almático.

Evoluiu-se então: Para o princípio de Meiose secundariamente, com fusão, que ao mesmo tempo, reduzia a fagocitose canibalizada, que comia (fagocitava) digerindo, a própria espécie e a replicação de vida livre no passado, ia decrescendo.

Inteligentemente a consciência espiritual celular microbiana, de alguma forma, precisava proteger as espécies que ocupavam o Planeta e estabelecesse um controle biológico pela cadeia retroalimentar almático, fusionando por colisões o chamado principio multicelular simbiótico, (condição onde organismos em sociedade microbiana vivessem dentro de um outro organismo, sem serem fagocitados e digeridos). Isso ocorreu, face as células microbianas, haverem crescido, para ingerirem sem digerirem e estabelecerem os organismos simbióticos e multicelulares, que estabeleceram a complexidade, como condição evolutiva com um útero quântico fragmentado, para preservação e proteção (Exemplo: Útero Telúrico: Oceano, mares, lagoas, lagos, açudes, rios etc. Útero Almático: Útero desenvolvidos em animais e em humanos (Que para mim são da mesma família animália). Assim verificamos que viemos da unidade codificada, nos modificamos para a dualidade codificada e, nos adaptamos a multicelularidade codificada e adaptada por complexidades complementares e, retornaremos a unidade primária do TODO. Assim é como se estabeleceu e estabelece ainda hoje, a vida almática, nascendo e vivendo, enquanto seus códigos estiverem ativados. Chamamos isso numa visão mais ampla de exemplos humanos como fragmentária e multidimensional: De fase um (uno); vivemos nos nutrindo (alimentando-nos). Já na fase Dois (dual); morremos, ou seja, somos apenas alimentos, ou almas mortas, que são apenas alimentos nutricionais. Se houver extermínio em massa dizimando as espécies de Almas unicelulares (CÉLULAS UNITÁRIAS ; ou de Almas coletivas, CÉLULAS MULTICELULARES). Esses códigos Almáticos criados pelo Espírito Eterno retira a “Consciência” que chamamos de “Espírito”, numa alusão pessoal e egoística do “EU”, para que possa interagir com novas criações almáticas, ou seja, são Estas Consciências eternas que ao interagir com a matéria vão digerir todas as informações captadas a partir da COGNIÇÃO DA CÉLULA, como as menores unidades de VIDA. São exatamente por estas razões que não pode existir IMORTALIDADE DE ALMAS. Isto quebraria toda Cadeia Retroalimentar de Presas e Predadores.

VIDA SIGNIFICA SERES QUE SE ALIMENTAM DA MORTE. MORTE SIGNIFICA ALIMENTO PRONTO PARA SER DIGERIDO.

O ESPÍRITO É ÚNICO. DEUS NÃO CRIA FORA DE SI Fragmentou-se em Consciências por AMOR, em PARTÍCULAS e interage com todas as suas Almas Viventes. Isto é citação Bíblica. Confiram.

Termino esta reflexão esclarecendo e facilitando a compreensão de uma tradução equivocada de idiomas diferentes, que deu status de Espírito Eterno para Almas transitórias perpetuadas pela morte como alimentos.

Vejam temos consciências de que estas novas e esclarecedoras informações também são fragmentárias, mas é fruto de pesquisa e de estudos livres e sistêmicos e sabemos que significa o que existe hoje de mais atualizado reunindo um compendio de informações progressistas e que nunca poderá ser rotulado de retrogrado. O que sabemos é sim uma gota, o que não sabemos é um oceano e o nosso propósito é e será sempre de respeitar o que recebemos dos tesouros textuais e complementarmos sempre numa sintonia perfeita entre Espiritualidade Ecumênica, Universalista e Holística com todas as Ciências Integrais. Face ser o Sistema “DEUS” o Criador de todas as Ciências.

Terminamos externando a todos um bom domingo e saúde para todos. Reafirmando que a decisão de aceitar ou não as novas informações, será sempre sua. Condição respeitada por nós. Apenas não sonegaremos informações e postamos e publicamos sem ônus, ou seja, gratuitamente, recebemos de graça e damos de graça. Apenas. Não temos compromissos com mitomanias humanas, dogmas, sejam eles: científicos, religiosos, exotéricos, místicos cépticos, materialistas, ou Espíritas. As informações aqui reveladas, buscam dar ciência para que todos possamos ter uma vida melhor. Apenas complementamos de modo solidário o que recebemos.

Um forte abraço e beijos de luz nos corações iluminados pela Mente Psique Espírito. Não local, ou seja, sem uma localização exata no TODO.

Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.