A NEUROPLASTICIDADE MORFOLÓGICA


Imprimir

PARTE 3
Postado em 06 de outubro de 2009
Autor: Espírito Marietta Dutra
Receptor: Dilmar Dutra – Médium autodidata Científico.

     A Neurogênese no desenvolvimento progressivo.

     É preciso rever os conceitos estabelecidos em 1852, que virou disciplina acadêmica em 1934 e vem ditando normas até os dias de hoje, como disciplina materialista sobre os axônios do sistema nervoso periférico de onde as unidades celulares, buscam no meio ambiente apropriado todas as capacidades regenerativas, sejam morfológicas ou funcionais, que interagem com o sistema nervoso central.

     Exemplo: Imagina-se até hoje, ao acompanhar a transformação e adaptação dos embriões com suas intensas proliferações de precursores neuronais e gliais, cuja formação é gradual, no desenvolvimento crescente dessas unidades multicelulares dirigidas pelo “EU MENTE ESPIRITO” que vai alocando toda captação regenerativa extraídas do meio ambiente pelos setores das regiões do sistema nervoso central.

     Na verdade, o ambiente externo nesta fase tem sua maior atividade, por que busca todos os elementos por inteiros para formação do útero com manifestação Neurogênese Ontogenética, em perfeita sintonia com a neuroplasticidade, ou seja, o exercício celular é integral envolvendo a célula nervosa interagindo por programação estabelecida para cada espécie, pela mitose da célula-mãe, produzindo “células Duais e Bipolarizadas” essa dualidade bipolarizada (filhas) estabelecem um diferencial em relação aos neurônios. Esses projetos neuronais exercitam-se em atividades repetitivas para definir as regiões germinativas.

      Esses ciclos de atividades, selecionadas pelo “EU MENTE ESPÍRITO” doa informação, lá do meio ambiente, em um numero exato de neurônios para cada espécie da família animália do reino celular, sempre por mitose (Dança dos Cromossomos) manifesta-se internamente dando origem a dois (02) outros precursores por simetria, as suas crias binárias de forma recorrente, ou seja, continuam a ciclar, gera-se um neurônio jovem cigano, que será conduzido pelo “Eu Mente” para uma posição definitiva no sistema nervoso.

     Isto tudo ocorre de maneira dirigida pelo “EU MENTE ESPÍRITO” que numa proporção de 25% revestindo e interagindo transfere informações e proteínas captadas em 75% do ambiente, interagindo por percepção anímica, com o hipocampo, com a chamada zona subpendimária dos ventrículos laterais do telencéfalo e, o espelho completa a dualidade bipolarizada, interagindo totalmente com o hipotálamo e a Neurogênese manifesta-se do embrião até a vida adulta, porque a maturidade é a informação implantada pelo “EU MENTE ESPÍRITO” que dirige tudo do meio ambiente apropriado, via célula-mãe.

     Espero que possam entender a perfeita sintonia existente entre os fluídos vitais que nutrem as Energias, que revestem esses fluídos e interagem na proporção de 25%, (Isto ocorre em face de que, uma colisão das energias com os fluídos, irá destruí-los, queimando-os e quebrando todas as moléculas das unidades celulares). Razão de 75% das Energias, ou melhor, do “EU MENTE ESPÍRITO” não ter uma localização exata no meio ambiente para ir apropriando os fluídos almáticos ao TODO SIMBIÓTICO (Planeta) onde o dispensário de moléculas (a água é a principal) o oxigênio, a luz contendo informações e os Arquitetos da Vida, responsáveis pelo meio ambiente apropriado, ou seja, as bactérias que transformam, adaptam e levam para a extinção, tudo que ameaçam a sua sobrevivência. Elas bactérias, são as precursoras da diversidade das espécies, do meio ambiente, dos sistemas vivos e são nossos ancestrais primevos. Sem elas, não poderíamos existir. As bactérias são os primeiros predadores do “Sistema Almático de Retroalimentação” deste ORBE (Planeta). Para se falar em quaisquer que sejam os sistemas vitais, antes é preciso falar de bactérias.

Daremos continuidade pelo espírito JESUS CRISTO, com a parte 4.
Ir para a parte 4

Um forte abraço e um beijo no coração de todos.

Dilmar Dutra – médium autodidata científico.