A NEUROPLASTICIDADE MORFOLÓGICA


      Imprimir

PARTE 7

Postado em 20.10.2009

“A Plasticidade como causa e a Neuroplasticidade como efeito”

     Ambas morfológicas e em análise, significa o ato de estudar a cada uma das diversas palavras em uma frase, independentemente, da sua classe gramatical, para estabelecer técnicas baseadas na geometria dos aspectos anatômicos, analisando seus diferentes componentes orgânicos, inorgânicos, energéticos (espirituais), fluídicos (almáticos), protéicos e sais, para determinar graus, gêneros e números e acompanhar suas mudanças nas inteirações, transformações, adaptações e extinções físicas, desde seus projetos metafísicos e suas respectivas materializações físicas (água, luz proteínas e sais minerais microtubulares a partir do citoesqueleto “esqueleto da célula).

Vejamos:

    Plasticidade morfológica: a reprodução dirigida e inteligente com assimetria (relativamente iguais - “desiguais ou exagero” extremos opostos oriundos de um mesmo ancestral comum).

     A palavra assimetria foi usada por Imhotep para definir data “com registro dos momentos dos solstícios, assimetria ou diferença da visão de dois lados opostos de uma mesma realidade (dia, noite, transparente, oculto, matéria, antimatéria, obs. Sua imagem “espelho” sua aparência de campo energético “espiritual” não pode ser determinada por corpo, por que está no Todo sem uma localização exata, mas sem aparência física (almática ou fluídica). Todavia, pode em face de sua metafísica construir um “campo de energias”, criarem fluídos nesse campo e, materializá-los morfologicamente, e ainda, manifestar-se geneticamente em fenômeno nutricional, pela cadeia de presas e predadores – O sinônimo em Naacal, para a, palavra assimétrica, está ligado aos organismos almáticos das famílias animálias com capacidade sinesteta. Então, usava-se a palavra Sinesteta para rotular aqueles com noção relativa de perceber todos os sentidos, mas que podem evoluir em consciência, para perceber a diferença da visão de dois lados opostos de uma só realidade.

     Exemplos: Energias colisoras e fundidas igual a espíritos são totalmente sinestetas ou assimétricos, não podem ser identificados por corpo, só por campos e estão no Todo sem uma localização exata, podendo, no entanto, interagir e revestir com as unidades atômicas e são capazes de construir sua própria nutrição “fluidos vitais, ou seja, almas, pelas unicelulalaridades e almas grupo pelas multicelularidades.

     - Almas e almas-grupo. São fluidos vitais com capacidades de transformações, adaptações, e extinções não são eternos e tudo que vive morre. “Morte” em Naacal-(língua Atlante). Significa. Alimento pronto para ser digerido. São parcialmente sinestetas e assimétricos e encontram-se como fluídos, materializados como “Presas e Predadores”, ou seja, em um outro estado da mesma realidade energética ou Espiritual.

     “A realidade nutricional” sua assimetria é detectada pelas memórias filogenéticas ou pelo seu compêndio multicelular chamado de cérebro, sempre na presença da luz e com isso, refletem o fenômeno espelho de seu Criador, as energias colisoras, ou simplesmente espíritos, com capacidades de sentir a matéria pelo espelho refletindo toques, dores em si e nos outros, por que são oriundos do mesmo ancestral comum hologamado ou desologamado (herança hereditária genética da divisão binária), refletem em todas as Almas e Almas-grupo, “Veja o efeito Isaias, ao final da matéria sob o titulo “Campo telúrico, campo colisor.....”.

     Almas e Almas grupo são construções espirituais para sua própria nutrição. E maravilhosa esta construção inteligente, e de modo contínuo, através da auto-replicação de archeas e bactérias, transformando adaptando e extinguindo para nutrir o Eterno. Dando aos engenheiros Divinos e Primevos uma consciência expansionista inteligente, que inviabiliza a noção de geração espontânea e, confirma uma geração dirigida e projetada geometricamente pelos sólidos Platônicos ou sólidos Geométricos, e a autocapacidade de construir da simplicidade a complexidade Inteligente com matrizes capazes de estabelecer o recorrente modo contínuo de transformação, adaptação e extinção vital.

      A autoconsciência expandida da captação ambiental da capacidade de perceber e sentir o que a visão limitada e parcial, não pode ver, ou melhor, só vê onde a luz alcança. Estabelece a idéia que este confronto colisor de sensações diferentes, por percepções anímicas é possibilitado pela plasticidade e neuroplasticidade morfológica, que capta as colisões ambientais por atração microtubular e cognitivas, de todas as unidades celulares, ou seja, individual ou grupal através da singularidade energética (O EU MENTE ESPÍRITO), ou seja, a captação está na mesma proporção do revestimento que é de 25% do subcampo morfológico de 100%, indicando que 75% dirigem um corpo, ou ainda uma unidade atômica unicelular ou uma Unidade Atômica Multicelular. Todo esse projeto vital, onde o campo cria o corpo é geometricamente igual a velocidade da luz, porque se a energia espiritual colidisse com os fluídos moleculares em 100% todas as moléculas se partiriam, se fritariam, se desintegrariam, outra prova da disciplina, da inteligência da singularidade mostrando que o acaso é uma incongruência. Tudo é projetado para impor a “Ordem no Caos”.

      Agora vamos falar em NEOPLASTICIDADE, que é oriunda da plasticidade morfológica, e sua interconectividade com a multidimensionalidade.

      Imhotep criou o termo teologia que foi levado para Grécia por Neo (Sócrates) e divulgado por seu único discípulo chamado Platão, onde estabelecia a semântica que relaciona planos sensoriais diferentes, por metáforas ou comparações por símile apegado ou interativo conectado, por Simbiose Holárquica, que tem total interconectividade, (entre mãe e filho, entre Criador e Criatura).

Conclusão:

     Teologia é o estudo do CRIADOR (Deus- Divino Espírito Único Sagrado), que criou a capacidade de memória filogenética, bem como, os neurônios hiperativos (pelo compêndio de memória filogenética, ou cérebro) para captar, perceber, memorizar, saborear, cheirar, ouvir, concluir, perceber sentidos, ter emoções e sentimentos, além de definir cores, espaço, tempo, estados, modelos, campos, corpos, formas, etc.

Comentário do Médium:

      É. Verdadeiramente crescente os equívocos divulgados na mídia. Aonde: Autores de obras espirituais vêm colocando suas opiniões, na contra mão das Ciências Integrais, que estão em Perfeita Sintonia com a Espiritualidade Integral. Demonstrando que, as construções de dogmas humanos estão, se consagrando por toda parte, para confundir os leitores e pessoas de boa fé. Gente! Estamos no século XXI, todo mundo tem capacidade cognitiva (de aquisição de conhecimento) e podem arbitralmente verificar onde existe incongluência (ausência da verdade) ou não.

      Qualquer um, por exemplo, sabe que energia não tem corpo, para a energia você pode determinar um campo, nunca um corpo.

       A mesma coisa com a mente, com a consciência, com os sentimentos com os espíritos, com as sensações. Agora! Estabelecer “Corpo da Energia”, “Corpo Mental”, “Corpo da Consciência”, “Corpo dos Sentidos”, “Corpo das Sensações”. É viajar na maionese, alem de estabelecer uma confusão e uma desordem sem precedentes.

      Confundir “Corpo” com “Campo”, em pleno século XXI, é o maior de todos os Dogmas já criados, ou então, estar com a capacidade assimétrica ou sinesteta, focada nos interesses particulares e egoístas, querendo impor algo para se dar bem.

      Preocupo-me sinceramente! Por que, se esses equívocos, forem consagrados como verdadeiros. Deixaremos de dar saltos quânticos na evolução da consciência e entraremos numa era de estagnação absoluta.

      Outra colocação absurda é afirmar que o “EU MENTE” é algo diferente de ESPÍRITO, que CÉREBRO é igual à CONSCIÊNCIA. Essas afirmações são deturpações dogmáticas e, o pior que estabelece condenação. Estabelece sentença. É assim pronto e acabou.

     Eu entendo que é preciso mais respeito às Ciências, aos estudos sérios, apoiados em experiências laboratoriais e as civilizações em franca evolução da consciência. E entender que os Universos Paralelos estão contidos dentro do Metaverso que por sua vez, estão contidos em “DEUS” (Divino Espírito Único Sagrado) e, “DEUS” não se manifesta por excesso nem por carência, se manifestas no meio do EQUILÍBRIO E NA HARMONIA. Manifesta-se em POSSIBILIDADES E PROBABILIDADES, e significa a SINGULARDADE e, que tudo está em expansão e, as CONSCIÊNCIAS também. “DEUS É AMOR”. E é esse AMOR, que faz a diferença, por ser o único ELO que pode fazer o ECUMENISMO, das civilizações, Planetária.

      Eu pessoalmente acredito sinceramente, que a nova geração de Índigos e Cristais, que já estão aí, e protestando, contra todos os tipos de incongruências, de dogmas, escravidões, objetivando dar um basta em todos esses dogmas, e isto já pode ser observado pela coragem e à abordagem com que enfrentam essa situação, colocando claramente suas opiniões, no sentido de resgatar a verdade. E as Instituições dogmáticas já começam a se preocupar com estes fatos e investem pesado em propagandas, na defesa de seus Dogmas, tentando passar uma imagem diferente da verdade.

       Segundo esses Jovens, é preciso fazer algo contra todos os tipos de corrupções, sejam, políticas, econômicas e religiosas.

      A Plasticidade e a Neuroplasticidade irão dar saltos quânticos e saltos taquiônicos, para transformar e adaptar, deixando registros para após uma possível extinção em massa, os sobreviventes possam resgatar a verdade e com isso, se libertarem de todos os dogmas, que hoje, estão consagrados em quase tudo.

      E particularmente, acredito muito, no patamar em que se encontram os avanços científicos e tecnológicos, com tentativas de soluções no sentido de despoluir de regenerar alocando recursos para essa finalidade já estão sendo colocados em pratica no Planeta.

     Com relação à corrupção, política, econômica e religiosa, só depende de nós, democraticamente pelo voto, afastar os políticos corruptos, pela vontade própria decidir, não participar da política econômica e protestar em massa, quanto aos absurdos, denunciados todos os dias via Internet. A questão das religiões só a expansão das consciências, ao entender que a fé é sagrada e não religiosa, por que religião vem da palavra latina “RELIGIERE” é significa religação. Eu entendo: “Que nada está desligado de nada, tudo, no Metaverso, está interconectado, está ligadíssimo. Se nada está desligado, como os humanos querem uma religação, acredito sinceramente que DEUS está dentro de cada um de nós, pelo AMOR, pelo MEDO como parceiro do AMOR por que faz a presa fugir do predador e pela escolha arbitral, justamente por sermos todos sinestetas. Fé não pode ser confundida com Religião, Fé, AMOR e MEDO, é como “DEUS”. Não podemos tocar ver e pegar. Só podemos sentir. E onde se encontram os sentimentos. É claro dentro de NÓS.

      Agora se você acredita que realmente, está desligado de DEUS e que precisa da religião para viver fique com ela, tudo em nossas vidas passam pelas nossas próprias decisões, democraticamente aceitamos e respeitamos as decisões individualizadas de cada sistema vivo.

Ir para a parte 8

Um beijo no coração acompanhado de um forte abraço.

Dilmar Dutra – Médium Científico e autodidata.