“O QUE É O ESPÍRITO AFINAL?”


Imprimir 


POSTADO EM 12.11.2012.

Autoria: A consciência Espiritual que interagiu no passado com Imhotep, chamado pelos Gregos de Hermes Trismegisto (O Três Vezes Grande), ou Esculápio, ou ainda, de Asplégios sob a pergunta: O que é o Espírito Afinal?

Resposta de Imhotep, ao Biomédium Dilmar Dutra, de forma objetiva e direta.

O Espírito é o gerador de Informações no Metaverso Holográfico, que busca impermanentemente, sob torção biológica e plasticidade morfogenética pela interação, relação e consciência codificada para autoorganização, estabelecer a transformação e a adaptação, frutos da impermanência, fazendo dobra sobre si mesmo, sem se partir, provocando uma expansão por deslocamento e velocidade explosiva pela relação fragmentada em partículas colisoras de consciências espirituais holográficas, medidas em graus, que ocupam o vácuo quântico nas bolhas chamadas de Multiversos Intaquiônicos, ou seja, quânticos, formado como um ‘CAMPO HOLOGRÁFICO PSÍQUICO DE MENTE”, que interage via alimentação com todas as unidades locais corporificadas pelo TODO CRIADOR, ocupando esses espaços, onde a matéria ainda está ausente. Esse fragmento ou partícula imaterial, usa a colisão e acreção, bem como a inclusão estabelecida pelos códigos RNA e DNA Holográficos, pela Energia Taquiônica que todos os Sistemas Vivos sentem e denominam de AMOR e que funcionam do mesmo jeito, quanto mais interagem entre os sistemas vivos, mais o AMOR se Multiplica, Estas consciências espirituais não locais, fragmentadas pelo TODO em partículas sem peso e massa, postam massa, numa relação com a expansão e a partir da unicelularidade codifica, criam a simbiose almática a partir do átomo Almático molecular local, se transformam pelo mesmo sistema retroalimentar, engolfando num primeiro momento e digerindo para crescer e depois num segundo momento, passam a não digerir e criar a multicelularidade simbiótica que significa organismo vivendo dentro de organismo, para se alimentar da morte, como autosobrevivência, totalmente dependente desse CAMPO DE INFLUÊNCIA QUÂNTICO OU INTAQUIÔNICO CHAMADO DE NATUREZA PLANETÁRIA, OU MEIO AMBIENTE APROPRIADO a partir da ebulição primária, fermentação secundária e respiração terciaria, produzindo e criando vida, morte e extinção e ocupando em vida e fertilizando em morte, alimentando a vida pela morte, impermanentemente pelos ciclos de extinção, ou seja, a extinção inviabiliza a permanência, face a permanência inviabilizar a expansão que cria o tudo no nada, dentro do TODO SISTEMA DE VIDA E MORTE, via alimentação e nutrição que as civilizações denominaram de “DEUS” (DIVINO ESPIRITO ÚNICO SIMBIÓTICO) – RESUMINDO: O ESPÍRITO È UM CAMPO HOLOGRÁFICO DE INFLUÊNCIA PSÍQUICO DE INFORMAÇÃO CRIADOR DO TUDO NO NADA, que pelos fragmentos (partículas) de Consciências, também, holográficas que interagem com as condições corporificadas pela postagem de massa nas células simbióticas com moléculas almáticas codificadas, para interagir pela corporificarão local transitória com o Campo Espiritual não local eterno.

Um afetuoso abraço e beijos de luz nos corações e cérebros simbióticos, iluminados pela “MENTE PSIQUE ESPÍRITO NÃO LOCAL” fragmentado em partículas interativas chamadas de Consciências.

Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.