“Tudo vem codificado na menor unidade de Vida, que é a célula procariótica totalmente dirigida pela Mente Psique Espírito”.


Imprimir 

 

 


Postado em 09.11.2012.

A ilustração têm dois tipos de células almáticas: Animal e vegetal.

Autoria: Dilmar Dutra – Biomédium Autodidata em Ciências Integrais e Espiritualidade Universalista e Holística. Escritor Científico e Espiritual a serviço das Totalidades Integradas como facilitador para compreendermos as novas informações complementares e atualizadíssimas que em suas adaptabilidades representam a realidade da Nova Era.

Estudos Psicológicos desenvolvidos nesta década, demonstram vários indicadores pelas informações que nos chegam, trazendo interações de nossa constituição corpórea de captações sob observação através do “Campo Mental Psíquico Espiritual”, trazendo um novo paradigma da Noção Primeva da capacidade motora de aprender através do código genético inserido na membrana celular, pelos acessórios almáticos chamados de moléculas numa simbiose totalmente dirigida que sob interação do Campo de Influência, não local. Essa não localidade Espiritual, atua num fragmento, ou partícula, que muitos chamam de “ESPÍRITOS” e que eu afirmo ser um Campo que contem todos os sistemas vivos corporificados por células e moléculas almáticas mortais e transitórias, cujos códigos viabilizam a dinâmica via alimentação, a saciação, absorção, fagocitose e nutrição relativas as impermanência de ingestão e excreção, retirando apenas os nutrientes necessários a sobrevivência, diante de transformações, mutatórias, simbióticas e adaptativas, como dissemos, de modo perpetuado pelo ciclo de extinções impermanente, mas que sempre fazem da morte, sua principal função de alimento pronto para ser digerido. Da mesma forma se manifesta a Informação que chega da não localidade para estabelecer o alimento da consciência espiritual eterna e medida em grau com o código contido na partícula que busca sob colisões sair do micro e se complementando na fusão para se manifestar no macro, numa dinâmica progressista e simbiótica de ocupar os espaços deixados pela expansão, ou vácuo Taquiônico cuja velocidade é de 27 vezes maior que a velocidade da luz, Vejam! A perfeição da criação Divina. Que por estas bolhas rotuladas de Multiversos Quânticos ou INTAQUIÔNICOS contidos no TODO – METAVERSO que ocupa com energia e matéria ao espaço bolha, resultante da expansão. DEUS não cria fora de si, e nós suas criaturas, também. Não.

Esta relação de Interação, inclusão, simbiose e AMOR, como ELO DE UNIÃO, trás, como condição Taquiônica a Neutralidade Espiritual e a ORDEM, sobre o CAOS, e que na condição Intaquiônica ou Quântica manifesta-se em MEDO, que em sua dualidade bipolarizada, é representado pelo contraditório de opostos de uma mesma unidade atômica, ou seja, sem o meio neutral como escolha, parte para um dos extremos opostos pela tomada de decisão hora, de carência hora, de excesso. Na carência a escassez; o estresse, a depressão e um distúrbio bipolar fragilizado. No excesso, o fanatismo, a demência (loucura) e o distúrbio bipolar potencializado.

Este contraditório de opostos é manifestado numa unidade sem a consciência Coletiva de que o AMOR é o ELO para unir os extremos, que é manifestado, pelo desequilíbrio e pela desarmonia. (Penso ser uma condição arbitral), que podemos corrigir sempre que quisermos. A relação com o AMOR é muito ÚTIL pois trás a noção de unidade da qual viemos e nos fragmentamos e para a qual voltaremos pelas inclusões, colisões, aglutinações ou fagocitose cósmica, que faz o caminho inverso, das fragmentações resultantes de muitos BIG BANGs, para expandir-se na matéria radiante e ocupar o espaço pela energia condensante com torção biológica e plasticidade morfogenética.

Essa noção de Unidade e de totalidades Integradas, já vem codificada na célula com moléculas que interagem via Cadeia Retroalimentar que é imperceptível numa relação de ocultação ou de ignorar por escolha conservadora, dogmática ou de mitomanias humanas e elucubrativa de permanência, que a espiritualidade classifica de falha humana ao não se aperceber como observador da não localidade da informação imaterial, ou seja, anterior a energia e a matéria manifestada em singularidade na matéria corporificada que têm códigos para estabelecer a consciência sob forma, de partícula fragmentada, interagindo por cognição e dinâmica alimentar de conhecimento e autoanálise, da mesma forma que a luz, a água, o oxigênio em supremacia, podem alimentar órgãos simbióticos, como memórias filogenéticas, cérebros, corações etc. etc. bem como, produção e criação planetária.

Todos os sistemas vivos são celulares e moleculares e sobrevivem dessa relação mente corpo, energia e matéria, numa relação como dissemos, integrativa da Mente com os Corpos numa dinâmica progressista e simbiótica de ocupar os espaços estabelecidos pelas expansões.

Essa relação de interação, inclusão, simbiose e AMOR como ELO de União, trás como condição Taquiônica a neutralidade e a imparcialidade Espiritual de Ordem sobre o Caos manifestado na condição Intaquiônica, conhecida como Quântica que mostra pelo MEDO manifestado nos extremos igualitariamente para fazer a presa fugir do predador neste espaço de vida e sobrevivência.

Essa abordagem mostrou que células e moléculas são condições almáticas, e como tal, fica esclarecida a questão de “ALMAS-GÊMEAS” que são perfeitamente geradas pelo sistema de meiose em todos os animais sujeitos a esse tipo de reprodução, inclusive os humanos. Ou seja, gêmeos podem ser univitelinos, bivitelinos e xifópagos, totalizando os 03 tipos.

Os Espíritos eternos, não podem se manifestarem em corporificações devido o GRAU ser de CONSCIÊNCIA ESPIRITUAL NÃO LOCAL, ou seja, são Campos que dentro de si, estão inseridos todos os corpos cognitivos, para uma interação via alimentação citadas neste texto.

As Almas são moléculas transitórias, inseridas em células e não existe a condição permanente de dar status de Espírito, para Almas, face as mesmas existirem na forma celular molecular exatamente como são geradas em vida.

E os Espíritos são Campos impermanente de transformações, adaptações e de Informações, influência, análise, com tomada de decisão, escolha, reflexão, conclusão e criação.

Espero com isso, haver desfeitos as dúvidas e polemicas de dogmas e mitomanias humanas.

Um afetuoso abraço e beijos de luz nos corações e cérebros simbióticos locais, iluminados pela Mente Psique Espírito não local.

Dilmar Dutra e Marlene Chaves Daltro Santos.